Imprimir esta página
-->

Suspeito de balear travesti no Centro de Maringá se entrega à polícia

11 Junho 2019

Segundo delegado que investiga o caso, homem disse que atirou depois que vítima entrou no carro dele sem autorização; ela está internada e apresenta quadro estável. Imagens exclusivas mostram
travesti sendo baleada ao sair de carro O homem suspeito de balear uma travesti no Centro de Maringá, no norte do Paraná, se entregou à Polícia Civil nesta terça-feira (11). Segundo a polícia, o homem foi ouvido e liberado porque já não há mais caracterização de flagrante. O suspeito, de 34 anos, de acordo com a polícia, disse em depoimento que não teve relações sexuais com a vítima. Em depoimento, o homem relatou que a travesti entrou sem autorização no carro dele. O caso aconteceu na madrugada de sábado (8), no cruzamento entre a Avenida Herval e a Rua Joubert de Carvalho. Até esta terça-feira, a vítima continuava internada, com quadro estável de saúde. Ainda conforme a polícia, o motorista afirmou que atirou contra a vítima durante uma discussão, depois que ela pegou a chave do carro e tentou sair correndo. "Ele alega que foi a travesti que entrou no carro dele sem autorização, quando ele parou no cruzamento da Avenida Herval com a Avenida Brasil, e que, quando entrou no carro, começou a obrigar ele a dar voltas com ela na região do Centro", disse o delegado Diego de Almeida. O delegado disse que, ainda o depoimento do suspeito, a vítima pediu que ele a deixasse perto de um bar. O homem informou aos policiais que entregou R$ 20 à vítima, e que ela exigiu mais dinheiro, e ele se recusou a dar. "Nós ainda temos que ouvir a versão da vítima, ouvir uma testemunha que estava com a vítima, para saber realmente se o que ele disse bate com a realidade dos fatos", concluiu o delegado. O delegado ressaltou que a versão dada pelo suspeito sobre o crime não justifica legitima defesa. O caso é tratado pela polícia como tentativa de homicídio. A polícia informou também que o suspeito não tinha permissão para portar arma e que também pode responder por porte ilegal de arma de fogo. Travesti foi baleada na madrugada de sábado (8), em Maringá Reprodução/RPC Imagens Vídeos de câmeras de segurança mostram o momento em que a vítima é baleada pelo suspeito. As imagens flagraram o momento em que o suspeito estaciona o carro na esquina. Em seguida, a travesti desce do carro atingida pelo tiro. Ela anda alguns metros e cai. O motorista se aproxima e pega um objeto que, segundo a polícia, era a chave do carro. Imagens mostram travesti após ser baleada no Centro de Maringá Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.
19 K2_VIEWS

Em breve novidade aqui!!!
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree