-->

Preço da cesta básica registra aumento de 3,45% no mês de agosto, em Caruaru

14 Setembro 2020

Óleo e arroz tiveram os maiores aumentos, seguidos pela banana, leite e tomate. Óleo e arroz lideram o aumento de preço da cesta básica, em Caruaru. Divulgação Uma
pesquisa realizada pelos cursos de Ciências Contábeis e de Gestão Financeira do Centro Universitário UniFavip, divulgou o preço da cesta básica para o mês de agosto, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a pesquisa, o valor da alimentação básica caruaruense passou de R$ 339,89 para R$ 351,62. Coordenada pela professora Eliane Alves, os dados levantados pela pesquisa apontaram um aumento de 3,45% no mês de agosto de 2020. Também foi constatado que os maiores vilões que contribuíram para o aumento do valor final da cesta foram o óleo, com um acréscimo de 16,27%, e o arroz, que ficou 10,74% mais caro. Outros itens registram uma alta considerável como a banana (13,64%), o leite (8,86%) e o tomate (5,17). Em comparação com Recife, a alimentação básica de Caruaru apresentou um valor inferior, com uma diferença de R$ 87,57. A pesquisa levantou ainda as horas trabalhadas para a obtenção da cesta básica, além de qual seria o salário mínimo ideal para os caruaruenses. Uma família deveria receber, um salário mínimo de R$ 2.953,94 para a aquisição da alimentação básica. Em relação as horas trabalhadas, foi considerada a jornada oficial de trabalho, que é de 220 horas mensais, segundo o Ministério do Trabalho. Dessa forma, o trabalhador de Caruaru utilizou em agosto 36,87% (81h09) de todo o seu tempo de trabalho apenas com as despesas de alimentação.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree