-->

Número de policiais candidatos deve crescer nas eleições municipais

20 Janeiro 2020

O crescimento do número de policiais (militares e civis) na disputa por cargos eletivos vem chamando atenção nos últimos anos. Como parte de um movimento de avanço de ideias conservadoras no

país, onda que ajudou a eleger o presidente da República, Jair Bolsonaro, os membros das forças de segurança buscam, cada vez mais, ocupar espaços no legislativo e no executivo.

Em Teresina, também é possível identificar essa realidade de crescimento na participação de policiais na política partidária. Militares, das mais diversas patentes, e agentes e delegados da Polícia Civil, encaram o processo eleitoral e se colocam à disposição para serem testados nas urnas eletrônicas. Alguns, conseguem êxito, outros, não.

Deputado Carlos Augusto e o deputado federal Fábio Abreu. (Foto: Arquivo O Dia)

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 19 policiais militares e 5 membros da Polícia Civil disputaram as eleições de 2016 em Teresina. Na oportunidade, PT do B e PTC foram as siglas com maior número de candidaturas de policiais, com 4 e 5 candidatos, respectivamente.

Ao final da apuração, três candidatos ligados às forças policiais acabaram eleitos: Major Paulo Roberto (Solidariedade) e Neto do Angelim (PSDC) [cabo da PM], pela Polícia Militar; e delegado Samuel Silveira (PSDB), representando a Polícia Civil. Ao longo da atual legislatura, o suplente Sargento R. Silva (PP) também foi convocado para assumir o mandato.

Os números de 2016 são bem maiores do que os registrados em nas eleições de 2012, quando, de acordo com o TSE, foram apenas nove candidatos ligados à Polícia Militar e dos ligados à Polícia Civil. Ao final da apuração, apenas dois destes foram eleitos. A ascensão do então capitão do Batalhão de Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (RONE), Fábio Abreu, em 2014, ao cargo de deputado federal, também é um dos exemplos emblemáticos da participação de militares em disputas eleitorais.

Em 2018, ele conseguiu a reeleição e ainda ajudou a eleger o ex-comandante da Polícia Militar, Coronel Carlos Augusto, ao cargo de deputado estadual. Abreu, inclusive, é pré-candidato à Prefeitura de Teresina em 2020, em uma eleição que deverá contar com uma maior participação de membros das forças de segurança, como membros da Polícia Militar e da Polícia Civil. A expectativa é que o número chegue perto de 30, o que seria o maior já registrado nas disputas da capital.

Por: Natanael Souza
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree