-->

Piauí registra 23 mortes; UTIs chegam a 72,9% de ocupação

28 Junho 2020

No boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) neste sábado (27)

aponta que foram registrados 493 novos casos de pacientes infectados no Piauí. Além disso, em 24 horas, 23 pessoas morreram por conta do novo coronavírus.

Conforme o relatório da secretaria, as mortes aconteceram nos municípios de Esperantina, Luzilândia, Luís Correia, Miguel Alves, Oeiras, Pedro II, Picos, Piripiri, Santo Inácio, São João da Varjota, Teresina e Uruçuí. Ao todo, 78 municípios já registraram óbitos pela doença no Estado.

As vítimas são 13 pessoas do sexo masculino e 10 do sexo feminino. Os homens são naturais de Esperantina ( 69 anos), Luzilândia ( 53, 73 anos), Pedro II ( 50 anos), Piripiri (68 anos), Santo Inácio (93 anos), Teresina ( 43, 59, 83, 87 e dois de 92 anos) e Uruçuí ( 70 anos).

Já as mulheres são de Luís Correia ( 81 anos), Miguel Alves (73 anos) , Oeiras ( 61 anos), Picos ( 67 anos), São João da Varjota ( 84 anos) e Teresina ( 54, 59, 77, 87 e 88 anos). De todas as vítimas, apenas as mulheres de 73 e 84 anos não possuíam doenças relacionadas.

Segundo o boletim, dos 493 casos confirmados da doença, são 243 mulheres e 250 homens, com idades que variam de três meses a 93 anos.

Jacobina do Piauí e São João da Varjota são novos municípios a entrar na lista daqueles com casos confirmados. Agora, são 201 municípios atingidos pela pandemia, o que representa 89,7%.

No total, o Piauí tem 19.158 confirmados e 615 mortes em decorrência do novo coronavírus.

Lotação de leitos de UTI

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 895 ocupados, sendo 563 leitos clínicos, 307 UTIs e 25 leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 996.

Dos 421 leitos de UTI disponíveis para atender pacientes com coronavírus, 307 estão ocupados, o que corresponde a 72,9%. Porém, alguns hospitais, tanto público como privado, estão em 100% de sua capacidade, como o Hospital Geral do Monte Castelo, que está com seus sete leitos de UTI para Covid-19 preenchidos; os hospitais privados São Marcos e São Paulo, que estão com seus 30 e 12 leitos de UTI preenchidos, respectivamente, assim como a Maternidade Dona Evangelina Rosa, que também está com seus 10 leitos de UTI ocupados.

Porém, outros hospitais, mesmo que não estejam com seus leitos ocupados em sua totalidade, também estão sobrecarregados, como o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), que está com 83,3% de sua lotação, ou seja, dos dos 48 leitos de UTI, 40 estão ocupados; o Hospital Universitário da UFPI, que está com 86,7% dos seus leitos ocupados, ou seja, dos 30 leitos, 26 estão ocupados.

Os leitos contratados pelo Estado no Hospital Prontomed também estão com sua capacidade acima de 80%. Neste hospital, dos 30 leitos de UTI existentes, 26 estão ocupados, o que corresponde a 86,7%. Os leitos privados do Hospital Unimed também estão altos. Dos 30 leitos existentes, 25 estão preenchidos, ou seja, 83,3%.

Compartilhar no
Por: Isabela Lopes

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree