-->

Quarta-feira, 8 de julho – RESUMO DO DIA

08 Julho 2020

Boa noite! Aqui estão as notícias para você terminar o dia bem-informado.

O Facebook anuncia a remoção de contas falsas ligadas ao PSL e à família de Jair Bolsonaro.

O ministro do STF Luís Roberto Barroso impõe medidas para proteger indígenas do coronavírus. E o Brasil passa de 1,7 milhão de casos de Covid-19 e 68 mil mortos pela doença. Rede de fake news

O Facebook removeu uma rede de contas e páginas, tanto na rede social quanto no Instagram, ligadas ao PSL e a gabinetes da família Bolsonaro. Segundo a empresa, o grupo estava envolvido na criação de perfis falsos e com ‘comportamento inautêntico’, tentando ocultar a identidade.

Os responsáveis publicavam conteúdo sobre notícias, eventos, eleições, memes, críticas à oposição e a jornalistas. ‘A atividade incluiu a criação de pessoas fictícias fingindo ser repórteres, publicação de conteúdo e gerenciamento de páginas fingindo ser veículos de notícias’, disse o Facebook em comunicado.

O PSL afirmou que as contas não têm qualquer relação com o partido. O senador Flávio Bolsonaro falou em ‘perfis de apoio’ e afirmou que ‘é impossível avaliar que tipo de perfil foi banido’.

Facebook decide manter no ar vídeo em que Bolsonaro toma cloroquinaCAMAROTTI: ‘A indústria da mentira está sendo encurralada’Auditoria de direitos civis critica como rede social lida com discursos de ódio Pandemia no país

Hoje, o Brasil chegou à triste marca de 68 mil mortes pelo coronavírus – em 24 horas, foram 1.187 vidas perdidas. O levantamento do consórcio de veículos de imprensa apontou mais 41.541 infectados, chegando a 1,7 milhão de casos da Covid-19.

O estado de São Paulo registrou o 2º maior número de internados desde o início da pandemia: 14,3 mil pacientes. O governo estadual autorizou o retorno do Campeonato Paulista no dia 22 de junho, com partidas sem torcida e apenas em cidades na fase amarela do plano de flexibilização.

Para proteger os povos indígenas da Covid-19, o ministro do Supremo Luís Roberto Barroso determinou a adoção de cinco medidas pelo governo. Jair Bolsonaro sancionou a lei que prevê ações de proteção às comunidades, mas vetou trechos como a obrigação da União em fornecer água potável, higiene e leitos hospitalares. De acordo com a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), o país tem mais de 10 mil indígenas infectados pelo novo coronavírus.

Presidente Jair Bolsonaro é visto de máscara em frente ao Palácio do Alvorada, nesta quarta-feira (8). — Foto: REUTERS/Adriano Machado

SAIBA MAIS...

https://foconapolitica.com.br/quarta-feira-8-de-julho/

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree