-->

Dia Mundial do Rock: entenda como a data surgiu

13 Julho 2020

Hoje, 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock. Mas, você sabe como

a data surgiu? No dia 13 de julho de 1985 aconteceu um dos maiores concertos beneficentes, o Live Aid, e que ocorreu simultaneamente nos estádios de Wembley, em Londres (Inglaterra) e no estádio de JFK, na Filadélfia (Estados Unidos). O megaevento foi organizado pelos cantores e compositores Bob Geldof e Midge Ure e tinha como objetivo arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia.

Live Aid, em 13 de julho de 1985, em Londres (Foto: Reprodução/Internet)

O evento chamou atenção por contar com a presença de grandes artistas mundiais na época, como The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou nos dois lugares), Eric Clapton e Black Sabbath. A celebração é uma referência a um desejo expressado por Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o "Dia Mundial do Rock".

Em cada cidade, mais de 20 atrações que se apresentaram tiveram grande simbologia e importância. Dada a grandeza do evento, os dois shows foram importantes para chamar a atenção da mídia para o problema de fome no país africano. Em Londres, o público foi de 72 mil pessoas, já na Filadélfia foi de 100 mil.

As performances dos artistas demoraram cerca de 10 horas em cada um dos dois palcos e foram transmitidas via satélite para cerca de 150 países, alcançando aproximadamente 1,5 bilhão de espectadores. O show de 21 minutos do Queen no Live Aid foi eleito como a melhor performance de um artista na história do Rock em uma votação entre artistas, produtores e jornalistas da indústria fonográfica, que ocorreu em 2005, batendo outras consagradas apresentações de artistas, como a de Jimi Hendrix (1969), Sex Pistols (1976), David Bowie (1973) e Rolling Stones (1969)

Depois de 20 anos, em 2005, Bob Geldof organizou o Live 8, uma nova edição com estrutura maior e shows em mais países. Dessa vez o objetivo foi pressionar os líderes do G8 para perdoar a dívida externa dos países mais pobres e erradicar a miséria do mundo. No Live 8, o Grupo de rock britânico Pink Floyd se reuniu em sua formação clássica pela primeira vez depois de 20 anos de separação.

É difícil precisar quanto o Live Aid conseguiu arrecadar com todos os shows, mas estima-se entre 40 milhões e 150 milhões de libras. Geldof chegou a ser indicado ao Prêmio Nobel da Paz, além, claro, de ter inspirado a criação do Dia Mundial do Rock.

No Brasil, o Dia do Mundial do Rock começou a ser celebrado em meados dos anos de 1990, quando duas rádios paulistanas dedicadas ao rock - 89 FM e 97 FM - começaram a mencionar a data em sua programação. A celebração foi amplamente aceita pelos ouvintes e, em poucos anos, passou a ser popular em todo o país.

No dia hoje (13), alguns músicos fizeram homenagem ao Dia Mundial do Rock, como Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, a roqueira Pitty e a banda CPM 22.

O rock no Piauí

E se você acha que no Piauí não tem bandas de rock, está completamente enganado. A data também não costumava passar em branco no Estado e diversos festivais já foram realizados em alusão à data, inclusive gratuitos. Diversas bandas já surgiram ao longo dos anos e por muito tempo os grupos movimentaram o Piauí, especialmente Teresina. Algumas até já ganharam prêmio internacional de melhor álbum, como a banda Maverick 75. Na capital, inclusive, aconteceu um dos maiores festivais de música do Estado, o Piauí Pop, com espaço para bandas de diversos estilos, como rock, pop, reggae e eletrônico.

Leia também:Rock piauiense: do sol ao lugar ao sol

O festival aconteceu entre os anos de 2004 e 2009 e marcou uma geração de jovens. Isso porque durante a década de 1990 a meados dos anos 2000, eram raros grandes shows do pop e rock nacional. A cena do rock em Teresina foi tema do documentário do músico e servidor público João Victor Rolim, intitulado de 'Um Suspiro de Rock' e o Dia Mundial do Rock, comemorado nesta segunda-feira, tem um significado especial para ele. “Para mim, o Dia do Rock significa uma celebração desse estilo de vida que vai além da música. Um dia de lembrar todos aqueles que nos tocaram com sua música e atitude, para que o Rock viva para sempre e eternamente jovem”, comenta.


A data também tem sua simbologia para Benício Brandão (30) baterista das bandas Fronteiras Blues, Divas, Bulldog Jack e Nasgrade. Ele comenta que quando o rock surgiu como uma forma de revolta, protesto e revolução, não somente cultural, as de expressão.

“E até hoje em dia é assim, as pessoas procuram o rock’n’roll como uma saída para suas expressões. Comemorar o Dia do Rock longe dos palcos é estranho, porque a tradição nos traz que a comemoração vem de aglomeração, de se juntar com outras pessoas, falar das bandas, mas, ainda assim, não vai passar despercebida, agora vai ser algo mais íntimo, cada um ouvindo em suas casa e isso também vai ser bom”, pontua Benício Brandão.

Leia também: Dia Mundial do Rock - livro para ler e reler

Em tempos de pandemia

Se antes as pessoas estavam acostumadas a comemorar o Dia Mundial do Rock em shows e rodeados de amigos, este ano a data será um pouco diferente devido à pandemia do coronavírus. Algumas bandas estão com suas produções paradas, outras estão organizados shows online e divulgado seus trabalhos pela internet. Apesar dos desafios - como sempre existiram - os músicos continuam se reinventando.

“A cena local, como em qualquer lugar, está difícil de acompanhar, porque só estão funcionando de forma digital, mas muitas bandas estão tentando se manter viva e produzir. Aqui em Teresina as bandas estão o que podem e não podem para manter sua música tocando em eventos online ou vídeos”, acrescenta o baterista Benício Brandão.

João Victor Rolim também comenta que sua nova banda ainda não pode estrear devido ao que tem acontecido por conta do novo coronavírus. Contudo, ele acrescenta que estão aguardando a pandemia passar para poder finalizar suas músicas e dar andamento ao projeto.

Em alusão ao Dia Mundial do Rock, o Conselho Estadual de Cultura realizará às 19h30 desta segunda uma live com artistas locais, dentre eles a banda Kandover, Neanderthais Band, Machado Júnior e Edvaldo Nascimento e JS Rocks.

Compartilhar no
Por: Isabela Lopes

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree