-->

Ideb do Piauí é o segundo melhor do Nordeste, aponta MEC

15 Setembro 2020

O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira (15) o resultado do IDEB 2019.

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica mensura o desempenho do sistema educacional brasileiro a partir das avaliações dos estudantes, taxa de aprovação, eficiência escolar e progressão dos alunos nas etapas da educação básica. O resultado aponta que o Piauí apresentou o segundo melhor desempenho no IDEB 2019 na região Nordeste. Com uma nota média de 5,7, o Estado ficou atrás apenas do Ceará, que alcançou IDEB de 6,4.

O destaque vai para rede privada de ensino, que garantiu nota 7,0 na avaliação; e para a rede pública estadual, que alcançou nota 6,0. Em todo o Brasil, quatro estados não alcançaram a meta estabelecida de 0,2 pontos (Amapá, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Distrito Federal). Em contrapartida, Ceará e Piauí superaram a meta proposta para 2019 em 1,3 e 1,1 pontos respectivamente.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

O Piauí, segundo aponta o MEC, está entre os estados com os maiores índices de crescimento na nota do Índice, junto com o Ceará e Alagoas. Esse crescimento vem se concretizando desde 2005, quando iniciada a série que avalia a qualidade do ensino teve início. O Ensino Fundamental em anos iniciais na rede estadual teve um crescimento de 1,5 acima dos 4,5 projetados para este ano. Nos anos finais do Fundamental, a rede pública estadual avançou 3,0 pontos em relação ao IDEB anterior, de 2017, que era de 4,0.

Já nos anos iniciais do Ensino Médio na rede estadual, o aumento foi de 0,4 pontos, saltando o IDEB piauiense de 3,3 em 2017 para 3,7 em 2019. No que respeita aos anos finais do Ensino Fundamental, apenas o Piauí e mais seis estados alcançaram a meta proposta para 2019. No caso do Piauí, a nota do IDEB para os anos finais do Ensino Fundamental ficou em 5,8, ou seja, 0,2 pontos a mais que a meta nacional.

Leia também: Dia Mundial da Alfabetização: desafios para aprendizagem chamam atenção no país

Com relação ao Ensino Médio, o Piauí apresentou um IDEB de 4,0 e ficou abaixo da meta estabelecida para 2019. No entanto, mesmo assim o estado se manteve como o segundo melhor desempenho do Nordeste neste nível educacional, dividindo o posto com o Estado da Paraíba.

Quem comentou o resultado do IDEB 2019 para o Piauí foi o secretário estadual de Educação, Ellen Gera Moura: “Trabalhamos com ações específicas como Pacto Pela Aprendizagem, Circuito de Gestão Jovem de Futuro e o Mais Aprendizagem, que tem dentro do seu pacote de trabalho a aceleração de aprendizagem em Português e Matemática, além de formação para os professores da rede se manterem sempre atualizados. O resultado que comemoramos hoje é fruto de um trabalho coletivo”, destacou o secretário.


Ellen Gera Moura, secretário estadual de Educação

Desempenho em Português e Matemática também avançam

O IDEB mede também o desempenhos dos estudantes brasileiros em disciplinas básicas do currículo escolar como Português e Matemática. Nas duas matérias, o Piauí apresentou avanços, conforme apontam os dados: no Ensino Médio, a nota do SAEB (Sistema de Avaliação da Educação Básica), saiu de 247 em 2017 para 262 em 2019 na disciplina de Língua Portuguesa; e de 251 em 2017 para 260 em 2019 na disciplina de Matemática.

A taxa de aprovação dos estudantes do ensino público estadual também subiu ao longo dos últimos dois anos, saindo de 86% em 2017 para 87% em 2019. “Isto mostra que estamos no caminho certo e vamos continuar trabalhando para avançar cada vez mais”, finalizou o secretário de Educação.

Compartilhar no
Por: Maria Clara Estrêla

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree