-->

PM morto em Cabo Frio, no RJ, foi atingido por disparos de fuzil e pistola, diz Polícia Civil

16 Fevereiro 2020

Sargento Luiz Paulo foi morto neste domingo (16). Policiais apreenderam carro envolvido no crime, munições e roupas camufladas. Marcas dos tiros no carro em que estava o PM assassinado Felipe
Basilio/Inter TV O policial militar Luiz Paulo Costa Silva, de trinta e nove anos, que foi morto a tiros na manhã deste domingo (16), em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, foi atingido por, pelo menos, nove disparos. É o que diz a Polícia Civil após análise inicial do crime. O carro em que os suspeitos estavam foi apreendido. Nele, os agentes encontraram roupas camufladas e munição. As investigações apontam que, pelo menos, três homens vindos da Baixada Fluminense estariam envolvidos no crime. Roupas camufladas e munições foram apreendidas pela Polícia Civil Felipe Basilio / Inter TV - Pelo que apuramos foi um carro roubado em Duque de Caxias, no último dia 07, que veio para Cabo Frio na madrugada deste domingo e foi utilizado no crime. O sargento Luiz Paulo foi atingido por, pelo menos, nove tiros, sendo disparos de calibre 9 milímetros e de fuzil 762 . Foi uma execução, sem dúvida - comentou o delegado titular da 126ª DP, Sérgio Caldas. PM foi morto nesta rua do bairro Braga, em Cabo Frio Felipe Basilio / Inter TV O sargento Luiz Paulo estava lotado no 25º BPM. Ele estava na Polícia Militar desde 2002. O corpo dele foi levado para o IML de Macaé, no Norte Fluminense. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento. Mortes de policiais militares Luiz Paulo é o segundo PM assassinado em quatro dias na Região dos Lagos. Na última quarta-feira (12), o sargento Ricardo Oliveira dos Santos, de quarenta anos, morreu após ser baleado durante uma operação em Arraial do Cabo. Dois dias depois, dois homens suspeitos de envolvimento no crime morreram em um confronto com policiais militares, em Araruama. A Polícia Civil investiga se há ligação entre os casos. - Pode ter uma ligação. Ainda não confirmamos essa suspeita. Vamos continuar investigando - concluiu

Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree