-->

Bebê é a centésima paciente com a Covid-19 a receber alta no HST, em Petrópolis, no RJ

28 Mai 2020

Maria Eduarda, de 1 ano e 4 quatro meses, foi a única da família a apresentar sintomas da doença e ficou internada por 4 dias. Hospital criou "corredor da
vitória" para comemorar altas. Pais de Maria Eduarda, de um ano e quatro meses, Carlos Eduardo e Débora, afirmam que fé e competência da equipe médica fizeram com que filha se recuperasse da Covid-19 Arquivo pessoal A bebê Maria Eduarda Santos Martinho, de apenas um ano e quatro meses, foi a centésima paciente com a Covid-19 a receber alta do Hospital Santa Teresa, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. A marca de 100 pessoas que conseguiram vencer o novo coronavírus e foram liberados do HST aconteceu no último dia 21 de maio, na quinta-feira passada. Maria Eduarda foi internada no HST no dia 17 de maio, após apresentar febre, manchas na pele e coriza. De acordo com os pais da bebê, os comerciantes Carlos Eduardo Martinho, de 40 anos, e Débora Santos Cruz, de 33, ela foi a única da família a apresentar sintomas da doença. "Ficamos desesperados, sem saber o que poderia acontecer. Quando o médico falou que (o exame) deu positivo, ficamos sem chão. Foram dias de muitos exames e apreensão nos resultados", conta Carlos Eduardo. O resultado do exame com a confirmação para a Covid-19 saiu dois dias após a internação. Para os pais de Maria Eduarda, a fé e a competência da equipe que cuidou da bebê foram decisivos para que ela respondesse bem aos tratamentos e tivesse uma rápida recuperação. "Nem acreditamos que seria tão rápido a reação dela, foi uma surpresa muito boa. Mas estávamos num hospital de referência, com uma equipe de médicos e enfermeiros excelentes! Graças a Deus e Nossa Senhora Aparecida, que pedimos muito pela melhora da nossa filha, ela está bem", disse Carlos. Agora, em casa, Maria Eduarda recebe os cuidados necessários para se manter saudável e livre da doença. Segundo os pais, ela está fazendo repouso e isolamento total. De acordo com o Hospital Santa Teresa, até a última segunda-feira (25), outros 4 pacientes com a Covid-19 receberam alta da unidade. Para o diretor executivo da unidade, Dr. Leonardo Menezes, o marco é uma vitória para a instituição e reflete o comprometimento dos profissionais de saúde na missão de vencer a pandemia. Todos os pacientes com coronavírus que recebem alta, seja para casa ou da UTI para leito clínico, passam aplaudidos pelo chamado “corredor da vitória” Divulgação/Hospital Santa Teresa “Estamos satisfeitos e exultantes por termos registrado mais de 100 altas de pacientes com a Covid-19. Para nós, é uma vitória. Acredito que isso se deva à eficiência dos nossos métodos e processos, pois temos nos empenhado em aprimorar ainda mais nosso atendimento. Gostaria de destacar também a dedicação e o profissionalismo das equipes que estão atuando na linha de frente do combate à pandemia. Todo esforço está valendo a pena!", disse Dr. Leonardo Menezes. Todos os pacientes com coronavírus que recebem alta, seja para casa ou da UTI para leito clínico, passam aplaudidos pelo chamado “corredor da vitória”, iniciativa realizada pelos profissionais de saúde para comemorar a evolução desses pacientes. Os pacientes liberados para ir para casa, como Maria Eduarda, são acompanhados, por telefone, por uma equipe de médicos e demais profissionais, segundo o HST, com o intuito de monitorar seu estado de saúde, tirar dúvidas e dar orientações. Já para os parentes de pacientes com a Covid-19, quando assintomáticos, como no caso dos pais de Maria Eduarda, o protocolo do HST orienta que cumpram a quarentena em casa e, caso tenham sintoma, procurem a unidade. De acordo com dados do HST, desde março, o hospital já realizou mais de 2.300 atendimentos de pacientes com sintomas do novo coronavírus no Pronto-Atendimento para a Covid-19 montado na unidade. Destes, 226 chegaram a ser internados. Casos na cidade De acordo com o último levantamento divulgado pela Prefeitura de Petrópolis, na quarta-feira (27), o município contabiliza 526 casos confirmados do novo coronavírus, com 43 óbitos causados pela doença. Petrópolis é a segunda cidade com mais casos da Covid-19 na Região Serrana. Teresópolis está no topo da lista, com 706 casos confirmados pelo município. Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree