-->

STTU interdita ruas no entorno do Hotel Reis Magos em Natal

11 Novembro 2019

Interdição acontece porque prefeitura de Natal alega que há risco de desabamento. Não haverá alteração no itinerário das linhas de ônibus. Faixa da esquerda na Avenida 25 de
dezembro foi totalmente interrompida. Prédio corre risco de desabamento Mariana Rocha/Inter TV Cabugi A Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) interditou parcialmente as ruas do entorno do Hotel Reis Magos nesta segunda-feira (11). A interdição acontece porque a Prefeitura de Natal alega que há risco de desabamento do hotel. Não há prazo para liberação total das vias. Segundo a STTU, a interdição vai estreitar seis metros da Avenida 25 de Dezembro, a partir do muro do hotel até o término da primeira faixa de rolamento de veículos do lado esquerdo da via, se estendendo por cerca de 120 metros. Já a Rua Mascarenha Homem será estreitada cerca de cinco metros, também do muro do hotel até o término da primeira faixa de rolamento do lado esquerdo, e se estenderá por cerca de 69 metros. Ainda segundo a Secretaria de Mobilidade, devido à distância da edificação do hotel até a Avenida Presidente Café Filho e a Rua Feliciano Coelho, não haverá bloqueios nessas duas vias. Também não haverá mudanças de itinerários nas linhas de ônibus que circulam na região. A Secretaria informou que estrutura de bloqueio será composta por defensas e placas de sinalização, indicando a motoristas e pedestres que a área está interditada. O hotel Localizado na Praia do Meio, em Natal, completa, em 2019, 24 anos desde que foi desativado. O local, inaugurado em 1965 como hotel de luxo na cidade, atualmente é alvo de um imbróglio judicial em função da possibilidade de demolição e caminha para duas décadas e meia de abandono, o que incomoda os comerciantes e moradores locais. O espaço hoje está em ruínas e sofre com a sujeira e a proliferação de insetos. De acordo com a procuradoria da capital, a medida foi tomada após esgotar as iniciativas de responsabilidade municipal. Como argumentos, ainda alegou que todos os prazos para a emissão do parecer do Poder Executivo Estadual foram esgotados, mas o processo não foi concluído. Tombamento No final de outubro, a Prefeitura de Natal entrou com uma ação civil pública e pediu que a Justiça do Rio Grande do Norte determinasse um prazo de 72 horas para o Governo do Estado decidir se vai, ou não, tombar o antigo Hotel Reis Magos. Ainda não houve manifestação do Judiciário. Antes, no início de setembro, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) indeferiu o pedido de tombamento do Hotel Reis Magos, em Natal. A decisão foi publicada pelo Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização (Depam/Iphan). Mapa mostra, em amarelo, pontos interditados pela Prefeitura de Natal Divulgação/STTU

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 375 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree