-->

Rio Grande do Norte tem gasolina e etanol mais caros do Nordeste

09 Dezembro 2019

Levantamento da ANP diz que preço do combustível derivado do petróleo acumula crescimento de 5,9% em um ano. Valor do etanol subiu 9,55% nos últimos 12 meses. Consumidor potiguar
é o que mais gasta na região Nordeste para abastecer veículo com gasolina ou etanol Marcelo Brandt/G1 Publicado semanalmente pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), a Síntese Semanal do Comportamento dos Preços dos Combustíveis apontou que o Rio Grande do Norte tem o litro da gasolina comum e do etanol hidratado mais caros da região Nordeste. O relatório aponta que o valor médio de revenda do litro da gasolina custa R$ 4,68 e do etanol é de R$ 3,75. Segundo o relatório, que analisa o período de 1º a 7 de dezembro, os valores praticados nos postos potiguares estão acima da média do Nordeste, que é de R$ 4,51 para o litro da gasolina comum e R$ 3,42 do etanol hidratado. A média nacional, por exemplo, é de R$ 4,48 para a gasolina e R$ 3,06 o etanol. Nos últimos 12 meses, a gasolina teve variação de 5,9% de aumento no preço; no mesmo período, o valor do etanol teve incremento de 9,55%. Na última pesquisa semanal, feita de 24 a 30 de novembro, o combustível derivado do petróleo tinha preço médio de R$ 4,61. Já o combustível renovável tinha custo médio de R$ 3,69. De acordo com Antônio Sales, presidente do sindicato que representa os donos de postos do Rio Grande do Norte (Sindipostos), os postos observam os reajustes da Petrobrás e optam por repassar imediatamente o valor ou não. "Tem revendedor que faz políticas para angariar novos clientes e acaba segurando o reajuste", comentou. O G1 questionou Antônio Sales o que faz o Rio Grande do Norte ter o combustível mais caro do Nordeste, mas ele se limitou a dizer que a "a legislação não permite falar sobre preços". O valor médio mais em conta dos dois combustíveis no Nordeste é encontrado na Paraíba. No estado vizinho, o litro do derivado do petróleo é R$ 4,34; já o preço médio do combustível com feito da cana de açúcar é R$ 3,11. Em relação à comparação ao estado vizinho, Sales disse não conhecer a metodologia de comercialização do combustível na Paraíba, mas acredita que a principal diferença para o estado vizinho está na logística de transporte de combustíveis.

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 771 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree