-->

Técnico de enfermagem morre infectado pelo coronavírus, diz Secretaria de Saúde; número de mortos chega a três no RN

02 Abril 2020

Profissional de saúde tinha 48 anos e estava em Mossoró. O técnico de enfermagem Luiz Alves de Brito, de 48 anos, morreu em Mossoró com Covid-19 Redes sociais O
Rio Grande do Norte registrou na noite desta quinta-feira (2) a terceira morte de paciente infectado pelo novo coronavírus. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). A vítima é o técnico de enfermagem Luiz Alves de Brito, de 48 anos. Ele morreu em Mossoró. De acordo com a Sesap, o paciente deu entrada em um hospital privado com pneumonia viral. Ele foi internado no dia 24 de março e teve a confirmação de que era Covid-19 no dia 28. Na noite desta quinta, ele morreu. Luiz Alves de Brito trabalhava na Hospital e Maternidade Almeida Castro, em Mossoró, e também no Hospital Sara Kubitschek , em Areia Branca. Além do técnico de enfermagem, outros dois profissionais da Saúde morreram com suspeita da Covid-19 no país: um médico em Fortaleza e uma enfermeira em São Paulo. De acordo com a Secretaria de Saúde de Mossoró, o primeiro caso confirmado de coronavírus da cidade é de um médico que também trabalha no Hospital e Maternidade Almeida Castro. O médico já está curado. "Mas não é possível dizer se o técnico de enfermagem foi contaminado lá", disse Maria da Saudade Azevedo, secretária de Saúde da cidade, em entrevista ao Bom Dia RN. Até o último boletim da Sesap, divulgado na tarde desta quinta (2), o Rio Grande do Norte tinha 106 casos confirmados e 2.153 suspeitos da Covid-19. MAPA DO CORONAVÍRUS: as cidades com infectados DÚVIDAS SOBRE CORONAVÍRUS: veja perguntas e respostas GRUPO DE VULNERÁVEIS: saiba quem faz parte PRINCIPAIS SINTOMAS: febre, tosse, falta de ar CORONAVÍRUS NO RN: notícias em tempo real Outras mortes no RN A primeira morte de paciente com coronavírus no Rio Grande do Norte aconteceu no dia 29 de março. O professor Luiz Di Souza, de 61 anos, era diabético. Ele morreu após passar sete dias internado. Na noite da última terça-feira (31) foi registrada a segunda morte. O gastrólogo Matheus Aciole, de 23 anos, morreu após 4 dias de internação. Foto ilustrativa mostra adesivo com resultado positivo para o novo coronavírus Dado Ruvic/Reuters/Arquivo Initial plugin text
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree