-->

Casos de arboviroses diminuem 62% em Natal nos quatro primeiros meses do ano

14 Mai 2020

Boletim da Secretaria de Saúde mostra redução da ocorrência de dengue, chikungunya e zika em relação ao mesmo período no ano passado. Mosquito aedes egypti é o vetor das
doenças USDA/AP Os casos de dengue, chikungunya e zika tiveram uma redução de 62,41% em Natal nos quatro primeiros meses de 2020, em relação ao mesmo período no ano passado. A informação está no Boletim Entomoepidemiológico das Arboviroses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgado nesta quinta-feira (14). Os dados são referentes ao período entre 30 de dezembro de 2019 e esta terça-feira (12). De acordo com a SMS, nesse período foram registrados 1.828 casos das doenças na capital potiguar. Entre 30 de dezembro de 2018 e 12 de maio de 2019 foram 4.864 casos. Separando por cada arbovirose, segundo o boletim, em 2019 foram 3.899 casos de dengue confirmados, enquanto atualmente são 1.501 - uma redução de 61,50%. Em relação à Chikungunya, em 2019 foram 928 casos contra 308 neste ano - reduzindo 66,81%. Para Zika, o boletim apontava 37 casos em 2019, já em 2020 até este momento são 308 casos confirmados - uma redução de 48,64%.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree