-->

Oficinas e cursos gratuitos buscam ajudar pessoas que procuram oportunidades de trabalho no RS

18 Janeiro 2020

Atividades, que são de graça, ensinam candidatos a fazerem currículo e dão dicas de como se sair bem nas seleções de emprego. Curso gratuito em Gravataí dá dicas de
como os candidatos podem conseguir oportunidades de trabalho Reprodução/RBS TV Uma oficina gratuita em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, tem ajudado pessoas que buscam uma vaga no mercado de trabalho. A atividade, desenvolvida nos Sesc, ensina os candidatos a fazerem currículo e como participarem de seleções. A estudante Flávia Mayer está morando em um abrigo desde outubro do ano passado, por problemas familiares. Ela não vê a hora de conseguir um emprego. "Quando sair do abrigo, ter oportunidades, poder conseguir construir a minha vida, sem estar dependendo de outras pessoas", afirma. O auxiliar de serviços gerais Lourival Silva é baiano, já andou bastante pelo país, trabalhou em vários locais, mas há sete meses não consegue nada. "O pessoal olha para sua cara, e parece que eles discriminam as pessoas, porque é de fora. Já fiz três cadastros em postos de gasolina, porque sou frentista, e pedreiro também, fui atrás de pedreiro, auxiliar de serviços gerais, de porteiro e balconista, eu tô vendo algum desses aí", relata. As inscrições para essas oficinas já terminaram, mas a instrutora Simone das Chagas dá algumas dicas. Uma delas é colocar no currículo o nome completo sem abreviatura, endereço e telefone. "Questão da formação, se tu tens ensino fundamental, médio, superior, situação em andamento, concluído, cursos de qualificação, de acordo com a vaga que te candidata. E experiências profissionais da mais recente a mais antiga", diz. A instrutora Keli Oliveira alerta sobre a atenção com o horário na entrevista de emprego. "Tu já sabe dia e horário da entrevista, te planeja. Ônibus, horário, separar roupa, algo mais discreto, não chegar muito cedo que demonstra ansiedade, uns 15 a 20 minutos [antes], que não seja horário tão gritante e que não vai prejudicar nessa contratação", conta. Outra dica é cuidar com as publicações nas redes sociais. "Os empregadores tem essa preocupação, eles olham as redes sociais. E principal, evitar postar algo que prejudique esse profissional, um exemplo 'ah, não gosto de acordar cedo; ah, odeio chegar no horário', é uma dica bem importante. Cuidar, não expor sua vida, com bebidas, chegou as cinco da manhã, demonstra para o empregador que ele não vai ser pontual. Não vai ter compromisso com a empresa que vai se candidatar". Algumas instituições oferecem cursos online gratuitos, como é o caso da Fundação Getulio Vargas.

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 7472 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree