-->

Acidente aéreo que causou morte de piloto em Patrocínio é investigado pela Seripa

20 Fevereiro 2020

Aeronave foi encontrada na zona rural nesta quarta-feira (19). Corpo da vítima foi levado para a cidade natal, no Rio Grande do Sul. Avião caído em fazenda em Patrocínio
Corpo de Bombeiros/ Divulgação Equipes do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Seripa) estão na região do Alto Paranaíba para investigar o acidente aéreo registrado em Patrocínio. O piloto morreu no local e o corpo já foi levado para a cidade natal, no Rio Grande do Sul. A aeronave de insumos agrícolas caiu nesta quarta-feira (19) na zona rural. As investigações devem apontar os motivos da queda e se houve tentativa de pouso de emergência. As informações sobre a investigação do acidente foram confirmadas ao G1 nesta quinta-feira (20) pelo Seripa. Procedimentos são feitos para apurar os fatos. Não foi informado se a aeronave já foi retirada do local. Em contato com o Instituto Médico Legal (IML) de Patrocínio, para onde o homem foi encaminhado, foi relatado que o corpo da vítima já foi liberado para a cidade de Montenegro (RS). Piloto que morreu em queda de aeronave em Coromandel é enterrado Acidente A aeronave de pequeno porte, de insumos agrícolas, foi encontrada no começo da tarde desta quarta-feira em uma fazenda no km 505 da BR-365, em Patrocínio. Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto tinha 31 anos e morreu no local. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que também foi até o local, confirmou a morte da vítima. De acordo com os militares, o avião se chocou com uma rede elétrica, mas não foi possível confirmar se a queda foi por conta do toque na rede ou se já estava com problemas e bateu na fiação. Aeronave e piloto Segundo informações do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a aeronave, fabricada em 1990, foi comprada em janeiro de 2020. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou por telefone que quanto aos registros, a aeronave estava apta para realizar operações. O Seripa informou que o piloto estava em situação regular. De acordo com os dados do registro na Anac, a empresa Fenner Aviação Agrícola era a responsável pela operação. O G1 tentou contato com a empresa tanto através do telefone quanto do e-mail da empresa disponíveis no site e até a última atualização desta reportagem não havia retorno.

Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree