Big Banner Hospedagem de Site 1360x150
Sábado, 04 Mai 2019 17:11

Fumaça em refinaria de Canoas chama atenção de moradores da Região Metropolitana de Porto Alegre


De acordo com a Defesa Civil de Esteio, situação está controlada, e não há risco para a comunidade. Ao G1, a Petrobras reforçou que trata-se de 'situação normal em
caso de paradas preventivas de segurança'. Fumaça é registrada por moradores da região Flávio Dias/Arquivo Pessoal A Defesa Civil de Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi acionada após o meio-dia deste domingo (5) para verificar um princípio de incêndio na Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, cidade vizinha. A fumaça chamou atenção dos moradores e da equipe de videomonitoramento da cidade. "O pessoal que faz videomonitoramento, assim que notou a chama diferente, avisou. A gente logo já deslocou para a refinaria", relata o coordenador da Defesa Civil de Esteio, Alexandre Cambôa. Foi só um susto. Ao chegar ao local, os profissionais constataram que a situação estava controlada e que não apresentava riscos à comunidade. "Fizemos contato com a segurança industrial, eles estavam com tudo controlado, não foi necessário acionar os bombeiros", explica Cambôa. Initial plugin text A Refap informou a Defesa Civil que trata-se de um procedimento padrão de segurança. Conforme o comunicado enviado ao órgão, a refinaria sofreu, por volta do meio-dia, uma descontinuidade operacional no Sistema de Geração de Vapor em suas caldeiras e, por isso, deixou de gerar energia suficiente para manter as plantas industriais operando. Ainda conforme informações passadas pela Refap à Defesa Civil, a incidência de fumaça e a chama nas tochas seguirá ocorrendo e é uma situação esperada nesses casos. Ao G1, a Petrobras reforçou que trata-se de "situação normal em caso de paradas preventivas de segurança", e que "o problema já foi resolvido e as unidades já estão sendo colocadas em operação" (confira a nota na íntegra abaixo). Nota Petrobras "A Petrobras informa que, por volta de 12h deste domingo (5/5), interrompeu preventivamente a operação de parte das unidades da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) devido à falta de energia e de vapor decorrente do desligamento do seu sistema de caldeiras. O problema já foi resolvido e as unidades já estão sendo colocadas em operação. A parada ocasionou uma maior intensidade na chama da tocha da refinaria, situação normal em caso de paradas preventivas de segurança. O incidente não acarretou danos às pessoas e ao meio ambiente. Não houve impacto na produção". Fumaça registrada na região faz parte de procedimento padrão de segurança, segundo refinaria Franciene Teixeira de Freitas/Arquivo Pessoal
Ler 50 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.