-->

Governador altera decreto e define que aulas fiquem suspensas por 30 dias em Rondônia

31 Março 2020

Suspensão das aulas vale tanto para rede pública quanto privada, diz decreto. Escolas do estado só podem retornar aulas presenciais a partir de 16 de abrilRenato Barros/Rede Amazônica O
governador Marcos Rocha alterou o decreto de n° 24.887 e definiu que as aulas fiquem suspensas por 30 dias no estado de Rondônia, tanto na rede pública quanto privada. A decisão visa a "prevenção e enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus". A alteração do decreto foi publicada em Diário Oficial na noite de segunda-feira (30). "Ficam suspensas pelo prazo de 30 dias, a contar de 17 de março de 2020, podendo ser alterado o período conforme necessidade, as atividades educacionais em todas as instituições das redes de ensino", diz a decisão. Com essa mudança, as aulas presenciais na rede pública e privada devem ficar suspensas até 17 de abril. Com a alteração no decreto de calamidade pública, o governo ressaltou que todas instituições de ensino de Rondônia poderão criar meios para oferecer aulas em meios digitais, durante o período de pandemia do novo coronavírus. Na segunda-feira, a Secretaria Estadual de Educação já tinha enviado um memorando às escolas estaduais para avisar que estava prorrogando a suspensão das aulas até 16 de abril. Initial plugin text
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree