-->

Farmácia com remédios vencidos e sem alvará é denunciada em Porto Velho

16 Setembro 2020

Vigilância Sanitária e polícia fecham o estabelecimento. Proprietário disse não saber que a farmácia não tinha alvará. Farmácia interditada na Zona Leste armazenava medicamentos vencidosPolícia Civil/Divulgação Uma farmácia na
Zona Leste de Porto Velho foi fechada por agentes da Vigilância Sanitária e Delegacia de Consumidor da Polícia Civil (Decon) durante uma fiscalização nesta quarta-feira (16). Os fiscais descobriram que o local funcionava sem alvará e armazenava medicamentos vencidos. De acordo com a polícia, durante uma operação de fiscalização em farmácias, os agentes foram verificar uma denúncia do Conselho Estadual de Farmácia. No endereço, os fiscais constataram que a farmácia funcionava sem alvará e sem a presença de um farmacêutico. Além disso, foram encontrados produtos vencidos, entre eles remédios. O dono do estabelecimento disse aos policiais que comprou o ponto comercial recentemente e que não tinha conhecimento da falta de alvará de funcionamento. Local já havia sido interditado uma vez, segundo a polícia Polícia Civil/Divulgação Os fiscais da Vigilância Sanitária reconheceram a farmácia, que já havia sido interditada em outra data por funcionar irregularmente. A reincidência configura crime de desobediência, conforme a Decon. Os produtos vencidos foram apreendidos e uma ocorrência foi registrada na Delegacia do Consumidor, que deve investigar a suposta prática de crimes contra o consumidor. Denúncias de funcionamento irregular de estabelecimentos e outros crimes contra o consumidor podem ser feitas pelos número 151 do Procon ou 197 da Polícia Civil.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree