-->

Polícia Civil prende acusado de matar tuxaua em comunidade indígena de RR

14 Novembro 2019

Vítima foi assassinada a golpes de faca durante uma briga após discussão em uma festa de aniversário. Crime ocorreu em novembro de 2007. Braulino de Souza, 31, foi preso
na Comunidade Indígena Santa CruzPolícia Civil/ Divulgação Agentes da Polícia Civil prenderam nesta quinta-feira (14) o acusado de matar Dobercio Mendes Aureliano, índio tuxaua da Comunidade do Macaco, em Bonfim. O crime ocorreu há 12 anos. Sem resistir à prisão, Braulino de Souza foi localizado em Normandia e deve cumprir pena de 16 anos. O acusado foi encontrado na Comunidade Indígena Santa Cruz, próximo ao município de Normandia. Toda a ação foi coordenada pela delegada Carol Fernandes. Depois de ser preso pelos agentes, o acusado foi levado para Boa Vista, onde passou por exames no Instituto Médico Legal (IML) e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional. Conforme a Polícia Civil, Braulino de Souza deve cumprir 16 anos e oito meses de prisão. O crime Segundo a Polícia Civil, Dobercio Mendes Aureliano foi morto após discutir com Braulino em uma festa de aniversário na cidade de Bonfim em novembro de 2007. Depois de ser agredido com pedras, os dois iniciaram uma briga, onde o índio tuxaua foi assassinado com golpes de faca.

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 275 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree