-->

Acusada de tentar matar marido é presa em RR após ficar sete anos foragida

19 Novembro 2019

Dona de casa tentou homem com quem mantinha relacionamento e depois fugiu do Amapá para Roraima, onde casou novamente e adotou um novo sobrenome. Jangleide, conhecida como Pituca, foi
capturada nesta segunda (18) pela Polinter Divulgação/Polícia Civil A dona de casa Jangleide Pinto da Silva, de 42 anos, foi presa pela Polícia Civil nesta segunda-feira (18) no bairro Conjunto Cidadão, zona Oeste de Boa Vista. A mulher é acusada de tentar matar um ex-companheiro e estava foragida da Justiça do Amapá há sete anos. De acordo com a Civil, Pitoca, como é conhecida a dona de casa, morava com um homem com que mantinha um relacionamento marcado por brigas em Macapá. Em 7 de novembro de 2012, a mulher golpeou o pescoço de seu companheiro com uma faca e em seguida fugiu para Roraima. Em Boa Vista, ela casou novamente e mudou o seu nome para Jangleide Pinto da Silva Eduardo. Contra a acusada consta um processo de crime tipificado, por "homicídio qualificado por motivo fútil", no entanto, a Justiça do Amapá nunca conseguiu acionar Pitoca formalmente após a fuga. Após a localização realizada pela Polinter, a mulher teve a prisão preventiva decretada e foi levada à Cadeia Feminina de Boa Vista, onde ficará a disposição da Justiça de Roraima e do Amapá.

Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 658 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree