-->

Instituto adia primeira fase de concurso da Sejuc para agente penitenciário em RR

15 Setembro 2020

Prova objetiva seria aplicada em 27 de setembro. Instituto AOCP justificou a pandemia de coronavírus como motivo da mudança. Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima Alan Chaves/G1 RR A
primeira fase do concurso para agente penitenciário da Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima (Sejuc) foi adiada em razão da pandemia de coronavírus. O comunicado foi publicado no site do Instituto AOCP nesta segunda-feira (15). De acordo com o instituto, os candidatos devem ficar atentos "às futuras publicações referentes ao certame, previstas para acontecerem na data provável de 08 de outubro de 2020". "O Instituto AOCP sentiu dificuldade de identificar locais apropriados para a aplicação da prova, seguindo todas as orientações de saúde, priorizando o distanciamento entre as pessoas, uma vez que as escolas das redes federal e municipal - Boa Vista - não foram disponibilizadas pelas gestões, inviabilizando o processo" diz trecho de nota enviada pelo governo ao G1. O concurso foi divulgado em 22 de junho, quando Roraima registrava 10.340 infectados casos de infectados e 250 mortes causadas pelo coronavírus. Na primeira fase, os candidatos deveriam passar pela aplicação de prova objetiva em 27 de setembro. A avaliação seria composta de 50 questões distribuídas em língua portuguesa, raciocínio lógico e matemático, informática e conhecimentos específicos. Cada questão da prova objetiva terá cinco alternativas, sendo apenas uma alternativa correta. Vagas As 423 vagas são para: 296 para homens, 85 para mulheres, 33 para homens com deficiência (PcD) e 9 para mulheres com deficiência (PcD). Conforme o edital, para o teste de aptidão física serão classificados 1184 homens e 340 mulheres na ampla concorrência, e 132 e 36 das vagas para Pcd. Os servidores atuarão em unidades prisionais do estado. O concurso terá cinco fases: prova objetiva, teste de aptidão física, avaliação psicológica, exame toxicológico, investigação social e curso de formação profissional. Para concorrer a uma vaga é necessário ter concluído o ensino médio e possuir Carteira Nacional de Habilitação de categoria mínima AB. O edital tem validade de dois anos a contar da data de homologação do certame.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree