-->

Operação contra pornografia infantil cumpre mandados de busca e apreensão e prende 9 pessoas em SC

18 Fevereiro 2020

Polícia Civil cumpriu 16 mandados de busca e apreensão em cidades catarinenses. Peritos de Santa Catarina apreenderam materiais durante operação Luz na Infância IGP/Divulgação Uma operação
de combate à pornografia infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes cumpriu 16 mandados de busca e apreensão em Santa Catarina na manhã desta terça-feira (18). Nove pessoas foram presas em flagrante, segundo a Polícia Civil. Entre os suspeitos estão dois homens flagrados com materiais de pornografia infantil em Blumenau, no Vale do Itajaí, e em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense. A sexta fase da Operação Luz na Infância, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MSP), cumpre ao todo 112 mandados em 12 estados brasileiros e em outros quatro países: Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá. Polícia Civil cumpre 16 mandados de busca e apreensão na operação 'Luz na Infância' em SC Prisões em flagrante As prisões em flagrante ocorreram durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão. Foram duas pessoas presas em Florianópolis e duas em Criciúma, no Sul do estado. A Polícia Civil ainda efetuou prisões em Joinville, no Norte, Lages, na Serra, Itapiranga, no Oeste, além de Blumenau e Balneário Camboriú, sendo um preso em cada cidade. Foram quatro mandados de busca e apreensão cumpridos em Florianópolis, três em Joinville, dois em Balneário Camboriú e dois em Criciúma. A Polícia ainda cumpriu mandados em São José, na Grande Florianópolis, Blumenau, Lages, Itapiranga e Imbituba, no Sul do estado, sendo um em cada município. Foram 68 policiais mobilizados em 16 cidades catarinenses para cumprir os mandados de busca e apreensão. Policiais cumprem mandados de busca e apreensão em SC contra pornografia infantil Polícia Civil/Divulgação Balneário Camboriú Em Balneário Camboriú, foram dois mandados de busca e apreensão cumpridos. Em um dos locais, a polícia flagrou um homem de 47 anos com inúmeros arquivos pornográficos. Segundo a delegada Inara Drapalski, da Dpcami, no momento que a polícia e o Instituto Geral de Perícias (IGP) chegaram na casa, o homem estava compartilhando arquivos. Na outra casa não foi constatado irregularidades no momento, mas os peritos recolheram materiais para análise. Blumenau Já em Blumenau, um homem, que não teve idade divulgada, tinha imagens de conteúdo pornográfico com crianças e adolescentes, segundo o delegado David Sarraff, da Delegacia de Proteção à Mulher, à Criança e ao Adolescente (Dpcami), e foi preso em flagrante. Materiais foram apreendidos em cidades de Santa Catarina durante Operação Luz na Infância IGP/Divulgação As penas para os crimes investigados variam de 1 a 8 anos de prisão. Quem armazena material de pornografia infantil tem pena de 1 a 4 anos de prisão. Para quem compartilha, a pena é de 3 a 6 anos de prisão. A punição para quem produz esse tipo de material é de 4 a 8 anos de prisão. Operação combate pornografia infantil no Brasil e em mais quatro países Operação prende 39 em combate a pornografia infantil no Brasil e em mais 6 países Preso na operação Luz na Infância compartilhava vídeos de sexo com bebês: 'Enojado', diz delegado Peritos do IGP inspecionaram equipamentos durante mandados de busca e apreensão em Florianópolis IGP/Divulgação Veja os balanços das fases anteriores da Operação Luz na Infância Confira outras notícias do estado no G1 SC

Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree