-->

Para garantir abastecimento durante período de estiagem, Casan faz ações operacionais e redistribuição de água em SC

31 Março 2020

Entre as medidas estão desassoreamento da captação junto ao Lajeado São José, transposição de água de açudes e complemento de captação. Abastecimento de água é feito em sistema de
rodízio em Chapecó A falta de chuva está deixando em situação preocupante o abastecimento de água em cidades catarinenses. Segundo a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) foi necessários realizar ações operacionais para manter o fornecimento de água, principalmente com o aumento de consumo registrado nos últimos dez dias. Entre as medidas estão desassoreamento da captação junto ao Lajeado São José, transposição de água de açudes e complemento de captação. Oeste catarinense Em Chapecó, a Casan realizou o desassoreamento da captação junto ao Lajeado São José, com nível abaixo do normal. A captação secundária junto à Barragem do Guatambú também está prejudicada. Treze bairros do município estão com o sistema de abastecimento de água comprometido, efetuado no período da noite, quando a pressão da água é menor em toda a cidade, permitindo abastecer as regiões mais altas. "Infelizmente, devido a estiagem que estamos passando nos últimos meses fez com que nosso principal manancial de captação tenha seu nível mínimo de captação. Devido a essa situação tivemos que inserir bombas flutuantes para tentar retirar o máximo possível de água do Lajeado São José e reduzir a vazão de captação", afirma o superintendente regional do Oeste, Daniel Scharf. Também foram feitas ações para captação de água no Rio Tigre, manancial secundário, para ajudar a manter a captação, tratamento e distribuição nesse período. Nesta terça-feira (31), a Casan começou a limpeza da barragem junto ao Rio Cambuim, para melhorar a captação de água em São Miguel do Oeste. Captação de água em Chapecó Casa/ Divulgação Serra catarinense Devido à estiagem prolongada, a Casan está executando em São Joaquim um conjunto de ações complexas para manter o abastecimento, como a transposição de água de açudes para o Rio Antonina, além de captação de água em poços cedidos por moradores e empresas. O município decretou situação de emergência por conta da estiagem. Estiagem em São Joaquim Casan/ Divulgação Norte catarinense e Vale do Itajaí A situação mais crítica é de Itaiópolis, onde novo ponto de captação é usado de forma emergencial, pois o Rio São Lourenço está muito abaixo de seu nível normal. Grande Florianópolis O nível do Rio Vargem do Braço (Pilões) também está com volume baixo, conforme a Casan. O abastecimento se mantém constante em Florianópolis, São José, Biguaçu e Santo Amaro da Imperatriz, porém a companhia já complementa a captação no Rio Cubarão, manancial secundário para a Região Metropolitana. O nível da Lagoa do Peri, em Florianópolis, onde a Casan capta água para abastecimento do Sul e Leste da Ilha está baixo, sendo monitorado de forma constante. Recomendações tome banhos mais curtos. Um banho longo pode gastar mais de 250 litros de água, e um banho de 5 minutos pode economizar até 200 litros; evite a válvula de descarga de parede e utilize vaso sanitário com caixa acoplada para evitar o uso maior de água. A descarga de parede utiliza cerca de 15 litros de água enquanto a caixa consome 6 litros a cada uso; uma torneira aberta normalmente utiliza entre 10 e 20 litros a cada minuto. Se ela estiver pingando, pode gastar até 50 litros por dia, ou seja, aproximadamente 1500 litros por mês; ao escovar os dentes, procure manter a torneira fechada. E, se possível, utilize um copo para fazer o bochecho. É possível economizar até 5 litros de água em apenas uma escovação; problemas nos encanamentos - vazamentos pequenos em canos podem desperdiçar mais de 5000 litros de água a longo prazo; utilize balde com a água que sobra da máquina de lavar roupa para lavar o carro. Se você lavar o seu automóvel com uma mangueira, pode gastar até 500 litros de água em uma lavagem; a água que sai da lavadora de roupas pode ser utilizada para outras tarefas: Lavar a casa, quintal e calçadas da casa. Veja outras notícias do estado no G1 SC
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree