-->

Governo distribui passe livre em ferry boat a trabalhadores de serviços essenciais no Vale do Itajaí; veja como retirar

01 Abril 2020

Benefício é válido para o mês de abril e poderá ser retirado em Navegantes, nesta quinta e sexta-feira. Benefício será retirado em Navegantes Secretaria de Estado da Infraestrutura e
Mobilidade/Divulgação A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) afirmou que será disponibilizado passe livre aos trabalhadores de serviços essenciais que usam o ferry boat para fazer a travessia de Navegantes a Itajaí. O benefício é válido para o mês de abril e será entregue nesta quinta (2) e sexta-feira (3) em Navegantes, conforme cada segmento comercial. Para receber o passe livre, deverá ser apresentada uma lista com o nome dos funcionários assinada pelo responsável da empresa ou estabelecimento. A secretaria orienta que apenas um representante de cada empresa ou estabelecimento comercial retire os benefício para todos os funcionários cadastrados, para evitar aglomeração no local. O benefício deverá ser retirado no escritório localizado na Rua João Sacavem, 962, em Navegantes. Veja os dias e horários para cada categoria: 2 de abril (quinta-feira) - 8h às 10h Farmácias; Unidades de saúde; Postos de combustível; Funerárias; Controle de tráfego aéreo, aquático ou terrestre; Fiscalização tributária e aduaneira; Transporte de numerário; Transporte de profissionais da saúde assim como de profissionais da coleta de lixo, sendo que os veículos devem ser exclusivamente utilizados para essas finalidades e devidamente identificados, cabendo aos municípios a respectiva fiscalização; 2 de abril (quinta-feira) - 10h às 12h Produção, distribuição, comercialização e entrega de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas; Distribuição de encomendas e cargas; Atividades de segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos; Atividades de defesa civil; Transporte de passageiros por táxi ou aplicativo; Serviços de captação, tratamento e distribuição de água, de esgoto e lixo; Iluminação pública; Manutenção de elevadores; Oficinas de reparação de veículos de emergência, de carga, de transporte de mais de 8 (oito) passageiros e de viaturas; Serviços de guincho; 2 de abril (quinta-feira) - 14h às 16h Distribuidoras de água e gás; Distribuidoras de energia elétrica; Clínicas veterinárias de emergência; Serviços de telecomunicações e internet; Órgãos de imprensa; Segurança privada; Coleta de lixo; Agropecuárias; Mercado de capitais e seguros; Cuidados com animais em cativeiro; Atividades de advogados e contadores que não puderem ser prestadas por meio de trabalho remoto; 2 de abril (quinta-feira) - 16h às 18h Supermercados, açougues, padarias, peixarias e mercearias; Transporte e entrega de cargas em geral; Serviços relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados (data center) para suporte de outras atividades previstas no decreto 525/2020; Fiscalização ambiental; Produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados; Monitoramento de construções e barragens que possam acarretar risco à segurança; Levantamento e análise de dados geológicos com vistas a garantir a segurança coletiva, por meio de alerta de riscos naturais, cheias e inundações; 3 de abril (sexta-feira) - 9h às 12h Compensação bancária, redes de cartões de crédito e débito, caixas bancários eletrônicos e outros serviços não presenciais de instituições financeiras; Serviços postais; Agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito (somente para operações que só possam ser realizadas presencialmente); 3 de abril (sexta-feira) - 14h às 18h Assistência social e atendimento à pessoas em situação de vulnerabilidade; Serviços de guarda, uso e controle de substâncias radioativas, de equipamentos e de materiais nucleares; Trabalhos de prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doenças dos animais; Vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias; Inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal; Vigilância agropecuária internacional; Atividades acessórias ou de suporte e a disponibilização dos insumos necessários à efetivação de serviços/atividades essenciais estabelecidos no decreto 525/2020; Fretamento para transporte de funcionários das empresas e indústrias cuja atividade esteja autorizada. Veja mais notícias do estado no G1 SC
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree