-->

Operação une São Paulo e Paraná no combate a tráfico e roubos

15 Setembro 2020
Polícias de SP e PR atual em operação conjunta SSP-SP / Divulgação

As polícias de São Paulo e do Paraná deflagram nesta terça-feira (15) a Operação Divisas Integradas II contra organizações criminosas que atuam no limite dos dois estados. Entre as ações estão programados o cumprimento de mandados judiciais contra grupos que atuam no tráfico de drogas, armas e contrabando, além de roubos a banco. 

Mais de 7,8 mil policiais de ambos os Estados, além de agentes do Exército Brasileiro e de órgãos federais, estão empenhados na operação, que incluí ações preventivas, ostensivas e o cumprimento de mandados. Participam da operação 2.129 viaturas, 21 aeronaves, seis drones, 18 cães e 11 embarcações.

Os policiais irão atuar nas rodovias Raposo Tavares (SP-270), Régis Bittencourt (BR-116) e Transbrasiliana (SP-153) e poderão avançar para outras regiões dos dois estados..

Participam da operação as secretarias estaduais de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) e do Paraná (SESP-PR), as polícias Militar e Civil, o Corpo de Bombeiros Militar de ambas as unidades federativas, a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC), o Exército Brasileiro, a Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Federal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A Polícia Federal disponibiliza ainda pessoal e equipamentos do Grupo de Bombas e Explosivos para a fiscalização de armamentos, explosivos e materiais controlados, como nitrato de amônia.

“Com esta megaoperação integrada vamos oferecer aos moradores dos locais limítrofes de ambos os estados mais segurança, tendo em vista que eles sofrem por estarem em áreas de passagem de tráfico de drogas, armas e contrabando”, afirmou o secretário de Segurança Pública do Paraná, coronel Romulo Marinho Soares.

Primeira fase

A primeira fase da operação, Divisas Integradas I, foi realizada entre São Paulo e Minas Gerais. Na ocasião, policiais dos dois estados detiveram 351 pessoas entre 7 e 8 de julho deste ano.

As atividades foram deflagradas simultaneamente pelas equipes para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão, com o objetivo de combater o crime organizado e os ilícitos na região de divisa, em especial os realizados em agências bancárias com o uso de materiais explosivos.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree