-->

Sergipe registrou 73 casos confirmados de dengue, chikungunya ou zika em 2020

31 Março 2020

Segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, Nossa Senhora do Socorro, Lagarto e Aracaju foram os que tiveram maior número de casos. Mosquito Aedes aegypti é
o tranmissor da zika, dengue e chikungunya. Rodrigo Méxas e Raquel Portugal/Fundação Oswaldo Cruz/Divulgação/Arquivo Em 2020, 16 municípios sergipanos tiveram 73 casos confirmados de dengue, chikungunya ou zika, segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde nesta segunda-feira (31). Nossa Senhora do Socorro, Lagarto e Aracaju foram os com maior número de casos (24, 14 e 13, respectivamente). O número de confirmações representa 15,9% dos casos notificados (459). Outros 38,7% (177) ainda estão sob investigação. O aumento de casos notificados de dengue, em relação ao mesmo período do ano passado, é de 93,67%, segundo a SES. Os dados referentes à chikungunya, comparados ao ano anterior chegaram a 9,3% de aumento. Já a zika apresentou um cenário de baixa ocorrência, -63,1%. Casos de dengue em Sergipe - 2020 O levantamento ainda apontou que, dos casos confirmados de dengue, os grupos mais acometidos foram adultos de 20 a 39 anos (39,73%), seguido do grupo de crianças e adolescentes entre 5 e 14 anos (32,88%). Quanto ao sexo, o feminino representa 56,1% e o masculino 43,8%. Os casos confirmados foram classificados como dengue e 10,9%, como dengue com sinais de alarme. Não houve registro de dengue grave nem óbito nesse período.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree