-->

Polícia indicia motorista que atropelou ciclista por homicídio doloso, alteração de local de crime e falsa atribuição da autoria da ação

31 Julho 2020

O advogado do suspeito informou que irá analisar o inquérito para decidir quais medidas adotar. Bicicleta da vítima Cptran/Arquivo A Polícia Civil informou nesta sexta-feira (31) que foi
indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar, alteração de local de crime e falsa atribuição da autoria da ação delituosa o motorista que atropelou o ciclista na Avenida Inácio Barbosa, na Zona de Expansão de Aracaju. A vítima, um servidor público de 45 anos, chegou a ser socorrida, mas morreu no local. De acordo com a Delegacia Especial de Delitos de Trânsito, com o suspeito foi apreendida a tampa do farol da bicicleta, o capacete e tênis do ciclista. E durante a ocorrência, ele atribuiu a culpa à vítima. “A todo o momento, ele atribuía a culpa, a responsabilidade pelo acidente ao ciclista. Ele também alterou o local do crime. Ao invés de prestar socorro ao ciclista, ele procurou alterar o local do crime e responsabilizar alguém que sequer teve responsabilidade sobre o acidente”, disse a delegada Ana Carolina Machado. Carro envolvido em atropelamento que matou ciclista na Zona Sul de Aracaju CPTran/Divulgação/Arquivo A delegada informou que foi feito o teste de bafômetro, que confirmou que o autor do crime estava com um teor alcoólico muito acima do que é permitido por lei e que ele trafegava com o carro em velocidade acima da permitida na via. “O veículo conduzido pelo indiciado empreendia alta velocidade, incompatível com a via e com as condições climáticas. Tanto que conseguimos comprovar através dos relatórios de investigação, do Boletim de Ocorrência de acidente de trânsito e pela dinâmica em que ocorreu”, falou. O advogado do suspeito informou que irá analisar o inquérito para decidir quais medidas adotar. O homem está preso desde o dia do acidente e teve o habeas corpus negado pela Justiça. O acidente De acordo com a informações colhidas pela polícia no momento da ocorrência, o carro do suspeito primeiro atingiu outro veículo e depois o ciclista. O automóvel atingido capotou várias vezes, mas os ocupantes não tiveram lesões graves. Já o ciclista foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu a caminho do hospital. No procedimento também foi incluso o crime de lesão corporal leve contra a passageira do veículo e crime de dano contra o patrimônio público, por causa de poste de iluminação. Ciclista morre após ser atropelado por motorista embriagado na Zona Sul de Aracaju
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree