-->

Corpo de mulher que morreu após vestido ficar preso na corrente da moto é velado em igreja de Palmas

24 Novembro 2019

Suely da Conceição Araujo Gonçalves, de 37 anos, ia para o casamento do sobrinho quando o acidente aconteceu. Suely da Conceição Araujo Gonçalves morreu em um acidente de moto Reprodução/Facebook Está
sendo velado o corpo da missionária Suely da Conceição Araujo Gonçalves, de 37 anos. A mulher morreu na noite deste sábado (23) após o vestido que ela usava prender na corrente da motocicleta e ela ser puxada para trás. A vítima estava com marido a caminho do casamento de um sobrinho. Suely seria madrinha. A cerimônia do velório é realizada na Igreja Assembléia de Deus Ciadseta, em Taquaralto, na região sul de Palmas. O enterro do corpo está previsto para às 11h desta segunda-feira (25). Suely era casada com um pastor e atuava em uma igreja evangélica no setor Dona Regina, também no sul da capital. A mulher deixa quatro filhos, sendo três meninas e um menino. O acidente O acidente aconteceu em uma região de chácaras perto do parque onde é realizada a Feira Agropecuária do Tocantins (Agrotins) por volta das 20h deste sábado (23). O marido de Suely, Edimar dos Santos Gonçalves, contou que no momento do acidente ouviu a mulher gritar 'Ai, meu Deus', mas quando parou a moto ela já tinha caído. Segundo ele, a vítima quebrou o pescoço na queda. Ele disse que na hora achou que ela tivesse desmaiado e chamou o socorro, mas depois percebeu que ela tinha um sangramento no ouvido. Suely usava capacete no momento da queda. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree