-->

Supermercados e confeiteiros artesanais veem procura por ovos de chocolate cair por causa do coronavírus

29 Março 2020

O tradicional corredor com teto cheio de ovos foi substituído por pequenas prateleiras nas redes de supermercado em Palmas. Confeiteiros relatam que encomendas também foram canceladas. Procura por ovos
de chocolate sofre queda por causa do coronavírus A pandemia de coronavírus tem prejudicado a venda de chocolate durante a páscoa. Os impactos estão sendo sentidos pelos grandes empresários e pelos confeiteiros que têm nessa época do ano uma chance de melhorar a renda. Em um supermercado de Palmas o teto de ovos de chocolate foi substituído por uma pequena prateleira. Dá pra contar nos dedos as unidades expostas. O gerente disse que os fornecedores atrasaram as entregas, mas isso não fez muita diferença por causa da baixa procura. “A procura está muito baixa. Devido essa pandemia a procura não está como a gente esperava, mas os ovos estão saindo de pouco a pouco”, contou o gerente Patrício Ribeiro. Muitos clientes passam e nem olham para o lado dos ovos de chocolate. As pessoas estão dando atenção apenas para as prioridades. “O que é supérfluo a gente tá deixando para um segundo momento, depois que passar esse problema sério do coronavírus”, disse o engenheiro civil Cezar Augusto Souza. Em supermercados, o corredor repleto de ovos foi substituido por uma pequena prateleira Reprodução/TV Anhanguera Com a mudança de hábitos o comércio de páscoa está afetando principalmente os pequenos negócios. No ano passado a confeiteira Jacqueline Oliveira teve muito mais trabalho. Neste ano, em meio a crise do coronavírus, foram poucas as encomendas até agora. "Já teve pessoas que procuraram, agendou e voltou dois dias atrás e cacelou. Disse: não vou querer, porque não sei se vou poder pagar, não sei como vai estar a situação", afirmou a confeiteira Jacqueline Oliveira. Para ela, a venda de chocolate é a principal fonte de renda dessa época pra não amargar um prejuízo maior, o jeito vai ser ir até o cliente. “as pessoas não querem sair de casa, estão com medo. Todo mundo tá trabalhando nessa forma de entrega. Agora, graças a Deus a gente tem uma moto e aí a gente está divulgado que vamos fazer entrega”, disse. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree