-->

Famílias enfrentam dificuldades para solicitar benefícios sociais após redução de atendentes em órgãos públicos

31 Março 2020

Atendimentos no INSS e CRAS de Palmas estão sendo realizados de forma virtual em medida de prevenção ao coronavírus. Dificuldade no acesso a benefícios pode prejudicar quem depende da
ajuda. Famílias encontram dificuldade para solicitar auxílio-doença no INSS Moradores de Palmas estão enfrentando muita dificuldade para conseguir auxílios fornecidos pelo poder público. O problema estaria sendo causado pela redução do atendimento por causa a pandemia do coronavírus. Com isso, quem está em condição de vulnerabilidade acaba sendo ainda mais prejudicado. A auxiliar de serviços gerais Liliane Rodrigues, por exemplo, sofreu um acidente no dia 20 de março e quebrou o pulso. Ela fez uma cirurgia e agora está impossibilitada de ir ao serviço por três meses. Por causa do afastamento ela precisa solicitar o auxílio-doença no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A situação que estava difícil piorou ainda mais porque o atendimento presencial do órgão está suspenso e ela foi orientada a ligar na central de atendimento, no 135. "Eu ligo para lá, ligo, ligo e já até praticamente desisti. A única opção que eles deram para a gente foi ligar nesse número ou entrar no aplicativo. Já fiz tudo isso, porém, sem sucesso", disse. Mulher tenta atendimento do INSS pelo celular para conseguir benefício Reprodução/TV Anhanguera O caso da Gisele da Silva Rodrigues também é parecido. Ela está impossibilitada de trabalhar porque precisa dedicar toda atenção ao filho Ítalo Miguel, de um ano e quatro meses. A criança fez uma cirurgia na cabeça por causa de uma malformação óssea. O menino não pode encostar a cabeça em lugar nenhum durante seis meses, que é o período da recuperação pós-cirurgia . A família tem direito a um auxilio financeiro no valor de um salario mínimo. A solicitação deveria ser feita através dos Centros de Referências de Assistência Social (CRAS), mas por causa da pandemia do coronavírus esses órgãos estão funcionando por escalas. Os atendimentos estão sendo feitos, não de forma presencial. "Ela falou [atendente] que tenho que só aguardar porque eles não estão fazendo esse tipo de atendimento, apenas Bolsa Família. Ou seja, quem está com esse processo para dar entrada fica sem, não podem fazer nada", lamentou a dona e casa. O que dizem os citados A Prefeitura de Palmas afirmou que a mãe do Ítalo Miguel deve voltar a entrar em contato com o CRAs ainda nesta terça-feira (31) pelo telefone 3212-7090 para que uma avaliação clínica seja agendada e defina a urgência do atendimento. O INSS informou que as centrais de atendimento estão operando com apenas 25% do pessoal por conta da prevenção do contágio ao novo coronavírus e espera que em breve o serviço seja normalizado. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree