Bolsonaro diz que ele e ministros tomaram cloroquina e 'funcionou'

31 Julho 2020

/>

Presidente Bolsonaro foi diagnosticado no último dia 7 Adriano Machado/ REUTERS 23.07.2020

O presidente Jair Bolsonaro disse, durante transmissão semanal ao vivo, que agradece por ter se curado da covid-19 "primeiro a Deus e depois à medicação que foi dada, que foi a hidroxicloroquina".

O presidente recebeu o diagnóstico da doença no último dia 7 e nesta quinta-feira (30) a primeira-dama Michelle Bolsonaro anunciou ter testado positivo para a doença.

Leia: Cloroquina eleva risco de morte em infectados pela covid-19, diz estudo

Segundo Bolsonaro, no dia seguinte ao ter tomado a cloroquina "já estava bom". "Se foi coincidência ou não, não sei, mas funcionou", disse Bolsonaro. De acordo com o chefe do Executivo, ele e outros ministros que foram diagnosticados com a doença também fizeram uso do medicamento e melhoraram.

Bolsonaro participou da transmissão ao lado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e do presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Gilson Machado. Com exceção da intérprete de libras, Bolsonaro, Freitas e Machado apareceram sem máscaras.

Um estudo brasileiro coordenado pelos principais hospitais privados do País aponta que a hidroxicloroquina, associada ou não ao antibiótico azitromicina, não tem eficácia no tratamento de pacientes internados com quadros leves e moderados de covid-19.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree