Unicamp 2020: cursinho elege e comenta as 10 questões mais difíceis da 1ª fase do vestibular

18 Novembro 2019

Diretor do pré-vestibular do curso Oficina do Estudante classificou prova como 'sofisticada' por conta da complexidade de algumas questões que desafiaram os 66,8 mil candidatos. Trecho da prova da
primeira fase do vestibular da Unicamp 2020, realizada neste domingo (17).Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest Uma prova sofisticada recheada com uma complexa junção de conceitos e questões interdisciplinares. Assim foi avaliada a primeira fase do vestibular da Unicamp 2020 pelo diretor do curso Oficina do Estudante em Campinas (SP), Marcelo Pavani. A pedido do G1, a instituição de ensino elegeu as 10 questões mais difíceis da prova, nesta segunda-feira (18). "A dificuldade é em como a questão é estruturada. Esse é o grande ponto da Unicamp, que tornou a prova mais sofisticada, exigiu do aluno um domínio. A interdisciplinaridade tornou a prova mais complexa. Selecionou alunos que têm uma maturidade para lidar com o conhecimento. Uma prova elegante bonita e sofisticada", afirma Pavani. O exame foi aplicado a 66,8 mil candidatos neste domingo (17) em 30 cidades paulistas e mais cinco capitais. O índice de abstenção foi de 8,27%, com 6.029 inscritos ausentes. Gabarito oficial da 1ª fase do vestibular será divulgado nesta quarta-feira Confira a correção extraoficial e comentada Prova teve questão igual a da Fuvest 2019 e Comvest vê 'coincidência compreensível' Candidatos fazem prova da 1ª fase do vestibular da Unicamp 2020. Eduardo Rodrigues/EPTV Cursinhos analisaram, no geral, a prova com nível de médio a difícil. A prova avaliada nesta segunda foi o modelo "Q e X". Veja a lista de questões e os comentários sobre cada uma abaixo. 1ª questão - inglês "Trazia uma peça publicitária e a ideia era que o aluno lesse a imagem e a relacionasse com o conteúdo de história do macarthismo". Questão de inglês abordava história do macarthismo Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest "As alternativas são grandes e os alunos teriam que ler e interpretar. A alternativa correta é a D e a alternativa C é um distrator muito forte, porque mostra para o aluno elementos da figura num contexto muito diferente do contexto adequado para a leitura da questão. Macarthismo é um tema que o aluno conhece. Leitura de imagem, o aluno médio, às vezes, tem dificuldade. Juntando isso com o texto em inglês, tornou a questão difícil". 2ª questão - inglês Questão de física apareceu em prova de inglês Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest "Uma questão de física em inglês. O aluno deveria ter o domínio da língua para entender o enunciado para resolver a questão em física. Ele precisaria ter a capacidade de dominar o texto em inglês e mobilizar conhecimento de física para resolver o exercício. Qualquer uma das coisas separadamente se tornaria mais simples. Mas, elevou o nível da questão". 3ª questão - biologia "Se tornou difícil por conta da redação das alternativas. Havia duas, B e D, que se relacionavam com o texto do enunciado. A dificuldade da precisão da redação fez com que a B parecesse, para muitos alunos, uma alternativa que fizesse sentido. O gabarito correto é D. A estrutura da alternativa foi um pouco confusa. No contexto da prova, pressão, tempo contado, para o aluno essa questão pode ter parecido um problema". Questão de biologia continha duas alternativas similares Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest 4ª questão - biologia e geografia "Primeiro, ela trata de um assunto em biologia que é um pouco mais sofisticado. Fala da cadeia transportadora de elétrons na respiração celular. Quando esse assunto aparece no contexto em que apareceu, esperando que o aluno conhecesse as eras geológicas, isso poderia ser um problema. Uma nomenclatura de geologia que o aluno talvez não dominasse. É uma questão difícil pelo conteúdo que apresenta". Questão mescla biologia com geografia em vestibular da Unicamp Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest 5ª questão - geografia "Fala sobre um conhecimento específico, região integrada de desenvolvimento econômico, que é uma entidade de planejamento administrativo que envole cidades de vários estados. Essa discussão é bastante específica. A questão em si não é difícil, mas aborda um tópico que é um pouco mais sofisticado, que, talvez, não fosse do domínio geral dos alunos". Questão de geografia apresentava discussão específica Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest 6ª e 7ª questões - química "Falam de fenômenos que são, na teoria, conhecidos pelos alunos, mas demandam leitura de gráfico e interpretação de experimento. Essa operação cognitiva, interpretar o experimento, ler gráfico e tirar dele dados relevantes, torna as questões difíceis para os alunos. Chamou a atenção dos professores porque demandaria um trabalho". Questões de química demandavam interpretação de gráficos Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest Questão de química foi elencada como uma das 10 mais difíceis do vestibular Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest 8ª questão - português "Prova trouxe várias obras literárias cobradas na lista, e essa questão envolve os Racionais. Mostra a imagem da capa do CD e traz um fragmento de texto do professor Antônio Cândido. Não era uma questão só sobre o enredo ou o conteúdo da obra, mas era uma questão que o aluno tinha que conhecer a obra, interpretar a capa do CD, entender o enunciado e estruturar uma relação entre os dois. É uma questão densa e trouxe desafio". Questão apresentou capa de CD dos Racionais MC's Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest 9ª questão - história "É interessante porque fala da obra "Caminhos Cruzados", que está na lista de leitura obrigatória. Traz um fragmento do prefácio da obra, traz uma tela da Tarsila do Amaral, pedia que o aluno estabelecesse uma correlação entre um conceito que vinha no fragmento do texto, a obra e o contexto histórico em que essas duas obras apareciam. Uma questão muito interessante, muito bem construída. A gente, que é professor, se vê bem recompensado". Quadro de Tarcila do Amaral é utilizado com trecho da obra Caminhos Cruzados Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest 10ª questão - história "Não fala de um período, mas de um gênero artístico, a pornochanchada. O cinema brasileiro num contexto da ditadura militar. É um contraste. A dificuldade vem porque a pornochanchada não é um fenômeno cinematográfico que um aluno de 18 anos teve contato. O aluno precisaria ter esse repertório, que tem a ver com cinema brasileiro, produção cinematográfica nacional, e conseguir inserir esse repertorio num contexto histórico". Questão abordava o estilo cinematográfico da pornochanchada Reprodução/Prova Unicamp 2020/Comvest Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Em breve novidade aqui!!!

K2_LEAVE_YOUR_COMMENT

Usuário(s) Online

Temos 233 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree