Escolas do Japão devem fechar devido ao coronavírus após mulher ser diagnosticada com a doença duas vezes

27 Fevereiro 2020

O Japão tem mais de 200 casos confirmados do coronavírus, além dos mais de 700 passageiros diagnosticados com coronavírus no navio de cruzeiro Diamond Princess. Homem usa equipamento de
proteção para desinfetar uma escola primária em Kitahiroshima, no Japão, nesta quinta-feira (27).Kyodo via Reuters Todas as escolas de educação infantil, ensino fundamental e ensino médio do Japão serão orientadas a ficar fechadas de 2 de março até o fim das férias da primavera em abril para ajudar a conter o surto de coronavírus, afirmou o primeiro-ministro Shinzo Abe nesta quinta-feira (27). A informação é da agência de notícias Reuters. Como se prevenir? É verdade que é possível matar o vírus? Veja perguntas e respostas O Japão tem mais de 200 casos confirmados do coronavírus. Até a noite de quarta-feira (26), o número era de 186. Estes casos não incluem os mais de 700 passageiros diagnosticados com coronavírus no navio de cruzeiro Diamond Princess, que foi posto em quarentena no litoral de Tóquio no início deste mês. A decisão de fechar as escolas veio após uma mulher que trabalha como guia turística de ônibus ser diagnosticada com coronavírus pela segunda vez, de acordo com o governo do município de Osaka. Ela é a primeira pessoa conhecida do Japão e uma das poucas do mundo a ter um teste positivo duas vezes, em meio aos temores crescentes de uma proliferação da infecção. Em Hokkaido, grande ilha do norte do país, 13 casos novos, incluindo duas crianças de menos de 10 anos, foram confirmados, noticiou a emissora pública NHK. Osaka, cidade grande do oeste, disse que fechará todos os jardins de infância e escolas de primeiro e segundo grau da rede pública durante duas semanas a partir de 29 de fevereiro para evitar infecções. O governo pediu que grandes aglomerações e eventos esportivos sejam evitados ou abreviados durante uma quinzena para conter o vírus, mas prometeu que a Olimpíada de 2020 acontecerá na capital Tóquio. Um homem na faixa dos 80 anos morreu em Hokkaido depois de contrair o coronavírus, disse o governo do município, o que elevou para oito o número de vítimas fatais do Japão, incluindo quatro no navio.

Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree