'Homeschooling': lei que autoriza educação em casa é sancionada no DF e vale a partir de fevereiro de 2021

Sexta, 18 Dezembro 2020 10:45

Na reta final para o Enem, é hora de relaxar, pegar pesado nos estudos ou só revisar? Professores youtubers respondem

Avalie este item
(0 votos)

Versão impressa da prova será aplicada em 17 e 24 de janeiro. Já a digital ocorrerá em 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Professor Paulo Jubilut dá
aula de biologia no Youtube Reprodução A um mês do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o melhor é estudar mais, só fazer revisão de conteúdos ou relaxar? A resposta, claro, não é universal - vai depender do perfil de cada candidato e de como ele se preparou ao longo do ano. Para ajudar os alunos a escolher a melhor estratégia, o G1 entrevistou quatro youtubers da área de educação. Veja as dicas deles abaixo: 1- Escrever redações “Eu indicaria fazer pelo menos duas redações por semana, até o dia da prova. Não adianta só assistir a videoaulas, precisa exercitar”, aconselha a Professora Pamba, youtuber especialista em gramática e produção textual. Segundo ela, é importante dominar as técnicas de introdução, desenvolvimento e conclusão do formato exigido no Enem. A partir da teoria, “o ideal é escrever o máximo que conseguir”. Professora Pamba recomenda treinar redação antes do Enem Reprodução Mas quem fará a correção? Se, na escola, no cursinho ou em algum serviço on-line, houver um professor para dar palpites e fazer sugestões, melhor. Caso contrário, uma dica é trocar textos com amigos. “Você pode escolher um tema de redação e não contar para o colega qual é. Ele vai ler sua dissertação e tentar adivinhar a proposta. Se era algo em saúde pública, mas o amigo disse ‘meio ambiente’, pode ter faltado clareza. Sinal de que é importante rever e refazer”, sugere Pamba. Sisu será aberto em abril e vai usar nota do Enem 2020, diz MEC Prouni 2021 abrirá inscrições em 12 de janeiro e usará nota do Enem 2019 2- Estudar o que mais caiu nas últimas edições da prova O professor Paulo Jubilut tem um canal de vídeos sobre biologia com quase 2 milhões de inscritos. Acostumado a analisar a estrutura do Enem, ele dá uma sugestão: nas últimas semanas antes da prova, focar nos conteúdos que costumam ser cobrados no exame. “Existem vários levantamentos que mostram os temas mais abordados. Faltando pouco tempo, não vai dar para estudar tudo. O melhor é se concentrar neles”, diz. Enem: veja palpites sobre o tema de redação e o que costuma cair na prova 3- Garantir o domínio da matemática básica A prova de matemática costuma assustar os candidatos. Se a pessoa não estudou ao longo do ano, mas busca uma boa pontuação no Enem, não adianta querer aprender de última hora os conteúdos mais complexos. O ideal, segundo o youtuber de educação Umberto Mannarino, é garantir o domínio do básico. “Pelo método de correção do Enem, é importante acertar pelo menos as perguntas mais fáceis”, diz. Umberto Mannarino diz que o importante é dominar o conteúdo básico de exatas Reprodução Ele se refere à Teoria de Resposta ao Item, a TRI - sistema que valoriza a coerência no desempenho do candidato. Se alguém acerta as questões mais difíceis, mas erra aquelas consideradas simples, provavelmente "chutou" as respostas. Por isso, terá uma nota inferior à de um estudante que acertou as fáceis, mas errou as mais complexas. “Não dá para negligenciar a matemática básica, como regra de três. Os conceitos mais simples são essenciais em exatas", diz Mannarino. 4- Fazer provas antigas do Enem Segundo Jubilut, fazer provas antigas - tanto do Enem quanto de vestibulares, como a Fuvest - é uma boa forma de estudar nas últimas semanas antes do exame. “Resolvendo as questões, o aluno percebe em quais conteúdos ainda tem dúvida. Dá tempo de rever matérias pontuais e de se aprofundar nelas”, diz. “Mas é importante sempre ter em mente o que mais cai na prova. Em biologia, raramente há perguntas sobre animais, por exemplo. Se você errou uma desse assunto, não precisa perder tanto tempo estudando o tópico.” 5- Relaxar no Natal e no Ano Novo O Enem, em geral, é aplicado em novembro. Por causa da pandemia, no entanto, a edição de 2020 foi adiada para janeiro e fevereiro de 2021, depois das festas de Natal e de Ano Novo. É hora de relaxar em casa, mesmo que na quarentena, e curtir a ceia? Ou o recomendado é aproveitar o recesso e estudar ainda mais? Os professores entrevistados pelo G1 dizem que o ideal é buscar o equilíbrio. “O aluno estudou durante o ano? Fez várias redações? Se sim, merece um descanso na semana das festas. Não é deixar esfriar a cabeça totalmente, e sim focar nos exercícios”, diz o Professor Noslen, youtuber de língua portuguesa. “Precisa ter um momento para respirar, mesmo em casa, com todos os cuidados exigidos pela pandemia. Estar tranquilo é determinante para um bom desempenho no Enem”, completa. A Professora Pamba também reforça a importância do lazer. “Nas últimas semanas, o estudante pode colocar mais horas de diversão. Não significa parar totalmente de estudar, mas pegar mais leve - ver uma série sobre história, por exemplo”, afirma. “É hora de diminuir um pouco o ritmo.” Professor Noslen diz que candidatos devem ter momentos de lazer Reprodução 6- Ficar de olho em aulas ao vivo Os quatro professores entrevistados deram uma mesma dica: ficar atento aos “aulões” de revisão no Youtube. “Em janeiro, vai ter muita opção, de vários canais. Para quem estuda pela internet, não vai faltar material”, diz Jubilut. São vídeos gratuitos e ao vivo, de diferentes disciplinas, para ajudar os alunos a recapitular as matérias mais importantes para o Enem. “Com as interações nas lives, os jovens se sentem menos sozinhos”, afirma o professor. Cronograma do Enem Provas impressas: 17 e 24 de janeiro Provas digitais: 31 de janeiro e 7 de fevereiro Reaplicação: 24 e 25 de fevereiro (para pessoas afetadas por eventuais problemas de estrutura) Resultados: a partir de 29 de março Assista a um vídeo com as principais informações sobre o Enem 2020: Enem em 90 segundos
Ler 8 vezes Última modificação em Sábado, 19 Dezembro 2020 18:00

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.