Reitor da UFJF anuncia medidas para retomada remota das atividades acadêmicas

Sexta, 18 Dezembro 2020 11:16

Professores devem ser priorizados na vacinação contra a Covid-19, diz Unesco

Avalie este item
(0 votos)

Entidade destacou que escolas são insubstituíveis e que professores devem ser os 'primeiros da fila' para serem imunizados contra o coronavírus. Professores definem planos de aula durante a
pandemia Seduc A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) pediu nesta segunda-feira (14) aos governos que priorizem os professores no acesso às vacinas contra a Covid-19, ao considerar que estes profissionais devem ser tratados como trabalhadores da "linha de frente", informou a agência France Presse. "Ao ver os avanços positivos em relação à vacinação, acreditamos que os docentes e o pessoal de apoio à educação devem ser considerados grupo prioritário", disse a chefe da Unesco, Audrey Azoulay, em mensagem conjunta em vídeo com o diretor da organização de docentes da Internacional da Educação (IE), David Edwards. É certo reabrir bares e manter escolas fechadas? E o risco de coronavírus para alunos e famílias após a volta às aulas? Veja debate Azoulay e Edwards destacaram que quando as escolas e outros centros educacionais foram fechados para evitar a propagação do vírus, os docentes e o pessoal de apoio permaneceram atuando. À medida que as aulas migraram para a internet, "reinventaram a forma como ensinamos e aprendemos", disseram. E nos locais em que as escolas reabriram, os professores retornaram "corajosamente" às salas de aula. Destacando que as escolas são "insubstituíveis", a Unesco, com sede em Paris, e a IE, com sede em Bruxelas, pediram que os professores estejam entre os primeiros da fila para ser vacinados. Professores e vacinação no Brasil O plano nacional de imunização contra a Covid-19 do Brasil prevê que os professores estão na fase quatro de vacinação, a última antes da população em geral. O plano foi apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF) na sexta (11). O documento prevê a disponibilização de 108,3 milhões de doses para mais de 51 milhões de pessoas de grupos prioritários, divididos em quatro fases. Em um ano, a pandemia matou mais de 1,6 milhão de pessoas no mundo e mais de 72,1 milhões se contagiaram, segundo um balanço da AFP nesta segunda-feira. Vídeos: Volta às aulas
Ler 10 vezes Última modificação em Sábado, 19 Dezembro 2020 17:21

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.