Espanha apreende primeiro 'narcossubmarino' na Europa

27 Novembro 2019
Narcossubmarino apreendido na Espanha foi içado da água na segunda (25) Salvador Sas / EFE - 26.11.2019

Autoridades da Espanha apreenderam o primeiro narcossubmarino já descoberto na Europa. A embarcação artesanal foi interceptada na costa da cidade de Pontevedra, na Galícia, com 3 toneladas de cocaína de origem colombiana.

O submarino foi descoberto no domingo (24) nas águas da Galícia e interceptado. Dois homens com cidadania equatoriana foram presos. Um terceiro narcotraficante, espanhol, está foragido.

VEJA TAMBÉM - Mar de drogas: Pacotes com cocaína aparecem em praias na França

A embarcação foi levada para o porto da cidade de Cangas do Morrazo e içado para terra na segunda-feira.

Segundo as autoridades policiais informaram à mídia espanhola, o narcosubmarino foi fabricado em um estaleiro clandestino na selva do Suriname ou da Guaiana. Ele tem 22 metros de comprimento e percorreu 8 mil quilômetros no Atlântico até chegar à costa da Espanha.

Ao jornal El País, os investigadores disseram que o submarino deve pertencer a um cartel muito poderoso, já que é necessário muito dinheiro para fabricar e colocar em operação uma embarcação que, ao final da travessia, será descartada.

Estima-se que o valor investido numa embarcação semi-submersível como essa chegue a 1,5 milhões de euros (R$ 7,5 milhões).

Submarinos no narcotráfico

O uso de submarinos ou semi-submarinos, que não consegue alcançar grandes profundidades como este apreendido na Espanha, é investigado há anos em todo o mundo.

Sabe-se que Pablo Escobar chegou a ter um em sua frota de veículos. Era um submarino verde, provavelmente comprado via corrupção das Forças Armadas da Colômbia.

Agora, em 2019, duas apreensões semelhantes à feita na Espanha foram registradas, as duas no Pacífico.

Uma delas carregava 5 toneladas de cocaína e foi interceptada por um navio da Guarda Costeira dos EUA, em localização não divulgada.

A segunda foi apreendida no litoral da Tamuco, na Colômbia, e levava 8 toneladas de drogas, cujo destino era a América Central.

Na Europa, não havia registro de apreensão de narcossubmarinos.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree