Colômbia mostra disposição em dialogar com líderes de protestos

02 Dezembro 2019
Governo colombiano aceita diálogo com líderes dos protestos e pede suspensão da terceira greve Luisa Gonzalez / Reuters - 24.11.2019

O governo da Colômbia anunciou nesta segunda-feira (2) que aceita um diálogo direto com os líderes dos protestos populares no país e pediu a suspensão da terceira greve geral convocada para daqui dois dias, contra a política econômica e social do presidente Iván Duque.

"Informamos ao Comitê Nacional de Greve que o governo e o presidente Duque têm a disposição de abrir diálogo sem ultimatos, sem pressões, pelo bem da Colômbia", afirmou o diretor do Departamento Administrativo da Presidência, Diego Molano.

O representante apontou que a disposição é de já abrir as conversas hoje à tarde (2) ou amanhã (3), sobre os 13 pontos apresentados pelas centrais operárias e movimentos sindicais, que estão a frente dos protestos que começaram no dia 21 de novembro.

O Comitê Nacional de Greve vem exigindo um diálogo "direto, democrático e eficaz", e critica Duque pela insistência em que esse contato seja pela 'Conversación Nacional', que convocou com diferentes setores políticos, econômicos e sociais do país, para discutir diversos temas.

Desde 21 de novembro, milhares de colombianos estão indo às ruas nas principais cidades do país, para se manifestar contra o governo. Os últimos atos, no entanto, já não tiveram a mesma força, depois que outras reivindicações foram incluídas.

As centrais operárias apontam que Duque prepara um pacote de reformas, que causariam grande impacto para os trabalhadores, como a eliminação de um fundo público previdenciário, o aumento da idade para a aposentadoria, a contratação de jovens com salários mais baixos que o mínimo, entre outras medidas.


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 157 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree