França processa Google em R$ 670 milhões por publicidades

20 Dezembro 2019
França processa Google em R$ 677 milhões REUTERS/Arnd Wiegmann

A França vai processar o Google em R$ 677 milhões por comportamento não competitivo e por não ter propagandas pouco claras na parte de Google Ads, dedicada justamente à publicidade.

A França não é o único país na Europa a fazer análises minuciosas de como outras empresas de tecnologia, como Facebook, Apple e Amazon funcionam, além de serem frequentemente criticadas por pagarem taxas baixas.

Em setembro deste ano, o Google tinha concordado em pagar quase R$ 4,5 bilhões para as autoridades francesas para resolver uma investigação de fraude fiscal, que começou há quatro anos.

A empresa é a principal no ramo de pesquisas também é analisada pelo conteúdo que promove na parte de resultados de busca e publicidade.

A chefe da autoridade francesa de competitividade no mercado, Isabelle de Silva, disse para a mídia local que a dominância do Google em publicidade online era “extraordinária” nos EUA, com quase 90% da quota do mercado

O Google disse que vai recorrer da sentença.

Caso passado

Em janeiro, o vigilante da proteção de dados da França já tinha processado o Google em R$ 200 milhões por quebrar as regras de privacidade digital da União Europeia.

O vigilante alegou que a empresa não era transparente e clara na hora de informar aos usuários como eles lidavam com suas informações pessoais, além de falhar em obter o consentimento dos mesmos para propagandas personalizadas.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree