Avião com 176 pessoas retiradas da província de Hubei chega ao Canadá

07 Fevereiro 2020
Entre os 176 passageiros, há 13 residentes permanentes do Canadá Taba Benedicto/Estadão Conteúdo

O primeiro avião a transportar canadenses da província chinesa de Hubei pousou na manhã desta sexta-feira na base militar de Trenton, a 175 quilômetros de Toronto, onde os evacuados ficarão em quarentena durante as próximas duas semanas.

Leia mais: Aeronaves da FAB decolam para buscar brasileiros na China

A aeronave fretada pelo governo do Canadá partiu na quinta-feira (6) do aeroporto internacional de Wujhan Tianhe após vários atrasos e com 176 passageiros a bordo, 40 a menos que a previsão inicial.

O ministro das Relações Exteriores canadense, Francois-Philippe Champagne, explicou que, assim como o governo esperava, "um pequeno número não compareceu ao aeroporto, a maioria indivíduos que mudaram de opinião na última hora".

Entre os 176 passageiros, há 13 residentes permanentes do Canadá e seis cidadãos chineses com vistos de entrada no país, além de 34 menores de idade canadenses.

Além dessas 176 pessoas, outros 50 canadenses foram evacuados em um avião fretado por autoridades dos Estados Unidos e que também decolou de Wuhan Tianhe na noite de quinta,

Esse grupo de canadenses será transferido inicialmente a Vancouver, mas posteriormente irão para a base militar de Trenton, onde permanecerão em quarentena.

O Canadá fretou outro avião para evacuar os canadenses ainda em Hubei que desejam deixar a China. Autoridades canadenses indicaram que este avião está programado para retirar os canadenses restantes no dia 10 de fevereiro.

O número de pessoas no Canadá infectadas com o novo coronavírus aumentou para sete após o anúncio de dois novos casos na província de Colúmbia Britânica, na costa do Pacífico canadense.

Os dois novos casos são dois turistas chineses, um homem e uma mulher, da província de Hubei, que chegaram ao Canadá após o surto em Wuhan, mas antes de as autoridades chinesas terem fechado a cidade para evitar a propagação.

Ambos residem com uma mulher que se tornou o quinto caso de infecção no Canadá e o primeiro caso de transmissão no país. Os três membros da família foram isolados em casa pelas autoridades de saúde canadenses.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree