Chanceler russo visita Venezuela em meio a alerta de sanções dos EUA

07 Fevereiro 2020
Chanceler russo, Sergey Lavrov, se reúne com seu colega venezuelano, Jorge Arreaza Reuters/Fausto Torrealba - 07.02.2020

Nicolás Maduro está reunido com o ministro das Relações Exteriores da Rússia nesta sexta-feira (7). Moscou segue apoiando o governo da nação socialista sul-americana apesar dos alertas de Washington de que pode aumentar as sanções.

Sergei Lavrov chegou a Caracas na quinta-feira (6) poucas horas depois de o Departamento de Estado norte-americano insinuar que seu programa de sanções contra a Venezuela pode começar a visar a Rússia, cujas petroleiras vêm ajudando Maduro ao comprar grande parte do petróleo cru do país-membro da Opep.

A assistência russa pode ser decisiva para Maduro intensificar a produção petrolífera e ressuscitar o crescimento econômico depois de uma surpreendente abertura econômica no ano passado, na sequência de anos de hiperinflação e um êxodo migratório de cerca de 5 milhões de pessoas.

Lavrov deve se encontrar com Maduro, com a vice-presidente, Delcy Rodríguez, e o chanceler Jorge Arreaza.

Nesta semana, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniu na Casa Branca com o líder da oposição Juan Guaidó, que é reconhecido por mais de 50 países como presidente venezuelano legítimo. E na quinta, o representante especial dos EUA para a Venezuela, Elliott Abrams, alertou que o apoio da Rússia ao governo Maduro pode "não sair mais de graça".

Lavrov, que estava no México como parte de uma turnê por nações latino-americanas, criticou na quinta-feira as "provocações" norte-americanas e disse que Washington busca um pretexto para uma intervenção militar.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree