Nos EUA, Guaidó diz que conseguiu derrotar Maduro politicamente

07 Fevereiro 2020
Guaidó foi recebido por Almagro na sede da OEA Lenin Nolly / EFE - 6.2.2020

Reconhecido como presidente interino da Venezuela por mais de 50 países, o opositor Juan Guaidó afirmou nesta quinta-feira (6), em Washington, nos Estados Unidos, que a série de viagens internacionais realizada por ele desde janeiro é uma prova de que Nicolás Maduro está derrotado politicamente.

"Nossa turnê internacional está chegando ao final, uma turnê que mostra, primeiro, que a Venezuela resistiu, que conseguimos derrotar politicamente a ditadura de Maduro, que conseguimos derrotar somente politicamente, mas também no respaldo, no apoio dos cidadãos e também do mundo", disse Guiadó.

Para o opositor, as viagens serviram para "derrotar um ditador que hoje se ampara em terroristas, em grupos criminosos, para simplesmente ampliar a agonia dos venezuelanos".

"É inevitável que a mudança ocorra na Venezuela", continuou Guaidó, afirmando que esse é um requisito necessário para poder resolver a crise que abala o país.

Guaidó na OEA

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela conversou com jornalistas depois de se reunir com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, e antes de cumprimentar um grupo de compatriotas que foi até Washington.

"Não estamos sozinhos. Em cada rincão que fomos temos não um embaixador, mas sim milhares de embaixadores levando a mensagem que a Venezuela não se rendeu, não se rende", disse o líder da oposição.

Mais cedo, Guaidó foi recebido pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, e pela presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi.

EM VÍDEO: Venezuela: governo toma legislativo e oposição reelege Guaidó

_


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree