Louisiana é o 1º estado dos EUA a adiar primárias por coronavírus

14 Março 2020
Primárias dos EUA acontecem em meio ao surto de coronavírus John G. Mabanglo / EPA - EFE - 3.3.2020

Devido ao avanço de casos positivos para o novo coronavírus, a Louisiana tornou-se nesta sexta-feira o primeiro estado dos Estados Unidos a adiar as primárias do Partido Democrata — que aconteceriam em 4 de abril — visando a escolha de um candidato para a eleição presidencial de novembro.

O estado tem 33 casos suspeitos da doença Covid-19, transmitida pelo vírus, e as autoridades temem que um comparecimento de eleitores aumente o número.

Leia também: Na pandemia do coronavírus, 3 bilhões não têm onde lavar as mãos

"Hoje me certifiquei de que existe um estado de emergência e pedi ao governador para emitir uma ordem executiva adiando as eleições", disse o secretário de Estado da Louisiana, Kyle Ardoin, em entrevista coletiva.

Atraso na eleição

Ele afirmou também ter solicitado que as primárias sejam realizadas em 20 de junho e que as eleições municipais, originalmente marcadas para 9 de maio, passem para 25 de julho.

"A ameaça que enfrentamos do vírus Covid-19 é sem precedentes e diferente de tudo que já enfrentamos", ressaltou.

O governador da Louisiana, John Bel Edwards, anunciou em ordem executiva que responderá ao pedido do secretário de Estado para adiar a votação marcada para abril e maio para junho e julho, sem especificar uma data.

Nos últimos dias, os pré-candidatos democratas Joe Biden e Bernie Sanders cancelaram os comícios planejados em Cleveland, no estado de Ohio, por causa da expansão da Covid-19.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree