Filipinas e Alemanha detectam novo surto de gripe aviária em codornas

16 Março 2020
12 mil codornas foram sacrificadas nas Filipinas Pixabay

Autoridades sanitárias das Filipinas detectaram um surto de gripe aviária causado pelo vírus H5N6, uma cepa bastante contagiosa. Segundo o secretário da agricultura local disse nesta segunda-feira (16), a doença foi detectada em uma fazenda de codornas no norte do país.

O secretário William Dar disse que o vírus é da mesma cepa que atingiu fazendas locais em 2017. A doença foi detectada na cidade de Jaen, na província de Nueva Ecija, onde 1.500 codornas morreram em apenas uma fazenda.

Segundo Dar, 12 mil aves da espécie foram sacrificadas e enterradas para evitar novos contágios.

Governo diz que controla a situação

"Estamos controlando a situação", afirmou o ministro. "Estabelecemos quarentena e perímetros de vigilância sem um raio de 1km e 7km e vamos fazer patrulhas para nos assegurar que a doença não está se espalhando em uma área maior". 

O governo também estabeleceu pontos de controle para assegurar que aves vivas não sejam levadas para dentro ou para fora da área de quarentena. "Mas queremos enfatizar que aconteceu apenas um caso em uma fazenda", disse Dar.

Segundo a porta-voz do departamento de Agricultura, Arlene Vytiaco, apesar de existir a possibilidade de transmissão para humanos através de excreções e secreções, "as chances são remotas e a taxa de mortalidade é zero".

O fornecimento de carne de frango e codorna, ovos e aves jovens continuará na região, desde que a fazenda de origem possa fornecer resultados negativos de testes de gripe aviária.

Caso na Alemanha

Uma caso de gripe aviária foi confirmado em uma fazenda de criação de frangos na Saxônia, no leste da Alemanha, disseram autoridades alemãs nesta segunda-feira.

O ministério de assuntos sociais e proteção no Estado da Saxônia disse que o caso envolve gripe aviária do tipo H5N8 e foi encontrado em uma fazenda em Bad Lausick, perto de Leipzig. Todas aves na unidade foram sacrificadas e uma área de quarentena estabelecida ao redor.

Uma série de casos da doença, que no passado levou a grandes impactos sobre a indústria de aves europeia e a programas de sacrifício em massa, têm sido registrados pela Europa nos últimos meses.

Casos de gripe aviária foram registrados desde o final do ano passado em quatro países da Europa Central — Eslováquia, Polônia, Hungria e República Checa. Um caso anterior havia sido registrado em uma ave selvagem na Alemanha, em janeiro.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree