EUA têm ato em frente à Casa Branca contra morte de Floyd

31 Mai 2020
Manifestantes se reúnem diante da Casa Branca, em Washington Reprodução/Reuters

Manifestantes se reuniram em frente à Casa Branca, em Washington, capital dos Estados Unidos, na noite deste sábado (30), para protestar contra a morte de George Floyd, um homem negro morto asfixiado — sem apresentar resistência — por um policial branco na última segunda-feira (25).

Divididos por uma cerca e diante do batalhão de policiais que trabalhavam no local, os manifestantes gritaram por justiça e levantaram placas com frases como "Vidas negras importam!", "Espalhe amor" e "Descanse em paz, George Floyd". 

A manifestação soma-se a uma série de protestos que se estenderam por todo o sábado pelo país. Em Minnesota, as autoridades anunciaram hoje que toda a Guarda Nacional (força militar da reserva) do estado foi, pela primeira vez na história, acionada para lidar com o caso.

Mais cedo, o presidente dos EUA, Donald Trump, criticou os atos de sexta-feira (29) em frente à Casa Branca. Trump disse, por meio de rede social, que os manifestantes que estavam ali eram "grupos organizados que não têm nada a ver com George Floyd".

Embora neste sábado as marchas tenham sido pacíficas, ao longo da semana houve protestos marcados por mais brutalidade das polícias estadunidenses, confrontos entre manifestantes e policiais, saques e incêndios, como em uma delegacia em Minneapolis, cidade onde Floyd foi morto, na noite de quinta-feira (28).

A sexta-feira (29) foi marcada por protestos e marchas de milhares de pessoas em cidades como Nova York, Washington e Atlanta — houve registros de casos de violência em todos eles.

Derek Chauvin, policial que asfixiou George Floyd até sua morte, foi preso na sexta-feira (29). No mesmo dia, Kellie Chauvin, esposa de Derek, anunciou o pedido de divórcio.

Ainda na sexta, um jovem de 19 anos morreu após ser baleado durante manifestações em Detroit, em Michigan. Em comunicado, a polícia local afirmou que a vítima foi atingida por tiros disparados contra a multidão que ali protestava.

Confira os protestos diante da Casa Branca neste sábado

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree