Amigo que estava no carro com Floyd diz que não houve resistência

04 Junho 2020
Amigo diz que Floyd não ofereceu resitência Reprodução / Facebook

George Floyd não resistiu à prisão e perguntou o que estava acontecendo antes de morrer, disse Maurice Lester Hall, amigo de Floyd que estava com ele no carro e viu toda a cena, ao jornal americano The New York Times.

Em matéria publicada na quarta-feira (3), Lester explicou que Floyd, a quem chamava de mentor, não resistiu e que perguntou aos 4 policiais o que estava acontecendo quando eles o jogaram no chão e montaram sobre seu corpo.

“Ele estava, desde o começo, tentando mostrar na sua forma mais humilde que ele não estava resistindo”, disse Hall. “Eu conseguia ouvir ele perguntar ‘por favor, policial, para que é tudo isso?”.

Hall disse que nunca vai se esquecer do que viu na segunda-feira (25), quando Floyd foi jogado no chão por 4 policiais e um deles, Derek Chauvin, ficou ajoelhado por mais de 8 minutos sobre o pescoço dele. Antes de morrer, Floyd havia dito que não conseguia respirar.

“Ele estava chorando para que alguém  ajudasse, porque ele estava morreu”, disse o amigo. “Eu vou me lembrar sempre de ver o medo no rosto de Floyd, porque ele era um rei. Isso é o que vai ficar comigo, ver um homem adulto chorar antes de ver um homem adulto morrer”.

O assassinato de Floyd gerou uma onda de protestos e revolta pelos Estados Unidos. Há 9 dias, milhares de pessoas vão às ruas em todos os 50 estados americanos protestar contra o racismo e a violência policial.

Na tarde de quarta-feira (3), Derek Chauvin, que está preso, teve sua acusação alterada e agora vai responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Os outros 3 policiais que também participaram do crime e estavam soltos foram presos e foram acusados de homicídio doloso.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree