China diz que não ter intenção de travar 'guerra fria ou quente'

22 Setembro 2020
Xi Jinping adotou tom conciliador em discurso Carlos Garcia Rawlins/Reuters - 8.9.2020

O presidente da China, Xi Jinping, disse nesta terça-feira à Assembleia-Geral das Nações Unidas que Pequim "não tem intenção de travar uma guerra fria ou quente com qualquer outra nação", à medida que as tensões entre a China e os Estados Unidos aumentam.

"Continuaremos a reduzir as diferenças e resolver disputas com outros por meio do diálogo e da negociação. Não buscaremos desenvolver apenas a nós mesmos ou nos envolver em um jogo de soma zero", disse Xi em discurso gravado para o encontro anual virtual de líderes mundiais durante a pandemia de coronavírus.

A fala de Xi Jinping ocorreu logo após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugerir, na mesma assembleia, que a China tem responsabilidade pela disseminação do coronavírus, o qual chamou de  "vírus chinês".

Segundo ele, o país asiático proibiu viagens domésticas, mas continuou permitindo voos para o exterior.

Leia também: Força aérea chinesa simula ataque a base dos Estados Unidos

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree