Lanchonete ocupará casarão vazio da Avenida Paulista

07 Mai 2019

Casarão foi construído nos anos 40 (Leo Martins/Veja SP)

Um dos poucos casarões remanescentes da Avenida Paulista, localizada no número 1811, ao lado do Parque Mário Covas, foi alugado.

O imóvel receberá a oitava unidade do McDonald’s da região. Ainda não há confirmação de quando a rede de fast-food será inaugurada no endereço, conhecido pelo alto valor do aluguel. Em 2016, o preço batia os 500 000 reais ao mês.

Até então, o prédio vinha sediando eventos e atrações temporárias de empresas. Em março de 2017, por exemplo, a Nike ocupou o ambiente por um mês para promover um modelo de tênis. Outras marcas, como Pantene, NBA e Payot, também utilizaram o espaço.

Antes disso, o local ficou alugado para bancos por cerca de vinte anos, até 2016. Lá, funcionaram agências do BankBoston e do Itaú. Durante o Natal, havia decorações chamativas que atraíam o público da avenida.

A casa foi construída nos anos 40 com onze cômodos amplos, pé direito duplo iluminado por uma claraboia e piso de mármore rosa, hoje visto apenas na escadaria. Com projeto do arquiteto Alberto Barsuglia, levou cinco anos para ficar pronta. Serviu até 1995 de morada para um casal de imigrantes – um comerciante sírio e uma pianista italiana -, que demoliu o antigo imóvel no terreno para dar lugar ao casarão de seus sonhos.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree