Quarta, 22 Abril 2020 13:23

Próxima edição da London Fashion Week adotará formato digital 

LFW será evento digital Reprodução/Daily Mail

Será o fim da fila A? Por conta das mudanças provocadas pela crise da covid-19, a Semana de Moda de London de junho, voltada para moda masculina, será realizada em formato digital e neutra em termos de gênero, além de ser aberta a todos para visualização on-line,  pondo fim à histórica disputa por um convite para os desfiles.

O British Fashion Council anunciou que o evento será aberto a todos e incluirá entrevistas, podcasts, diários de designers, webinars e showrooms digitais. Normalmente, o evento trimestral do British Fashion Council é dividido de acordo com a estação e o sexo. Mas, em junho, quando estão previstos os desfiles masculinos da primavera-verão 2021, haverá apenas o evento digital, hospedado no londonfashionweek.co.uk.

O acesso será aberto a um público global e compradores e funcionará como um ponto de encontro, oferecendo entrevistas, podcasts, diários de designers, webinars e showrooms digitais, dando a oportunidade aos designers de gerar vendas para o público através das coleções existentes, e aos varejistas através de pedidos para os produtos da próxima temporada.

Os designers de roupas masculinas e femininas serão convidados a apresentar seus trabalhos a partir de 12 de junho. A presidente-executiva da BFC, Caroline Rush, disse que é "essencial" olhar para o futuro e a oportunidade de mudar, colaborar e inovar.

“Muitas de nossas empresas sempre adotaram a London Fashion Week como uma plataforma não apenas para a moda, mas também por sua influência na sociedade, identidade e cultura. A pandemia atual está nos levando a refletir mais profundamente sobre a sociedade em que vivemos e como queremos viver nossas vidas e criar negócios enquanto passamos por isso '', disse ela.

Plataforma terá vendas das coleções
Plataforma terá vendas das coleções Reprodução/Daily Mail

"Ao criar uma plataforma cultural da semana da moda, estamos adaptando a inovação digital para melhor atender às nossas necessidades hoje e adotando algo para construir como uma vitrine global para o futuro."

Rush acrescentou que os designers poderão compartilhar suas histórias e, para aqueles que as têm, suas coleções, com uma comunidade global mais ampla como resultado. "Esperamos que, além de perspectivas pessoais sobre esse momento difícil, haja muita inovação. É pelo que a moda britânica é conhecida ', disse ela.

Esta não é exatamente a primeira semana de moda a ser realizada digitalmente. No início de abril, Xangai organizou um desfile online, enquanto Tóquio transmitiu ao vivo seus desfiles da semana de moda em março. Mas Londres será a primeira cidade em um grande circuito da moda a adotar o modelo somente online.

Ainda não se sabe se vai funcionar tão bem quanto um show físico. O designer de Londres Feng Chen Wang disse ao Guardian: 'Podemos usar o digital para adicionar novas camadas, mas ainda precisamos da interação física para entender a forma, a técnica e o tecido. Posso ver o digital trabalhando para receber pedidos quando um varejista já conhece a marca, entende seus valores e está confiante em fazer um pedido remotamente. No entanto, infelizmente, não vejo isso funcionando na prospecção de novos designers, pois há muito risco".

Ler 16 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.