Após polêmica, Carlos Bolsonaro nega ter defendido ditadura no Brasil

10 Setembro 2019

SÃO PAULO - O vereador Carlos Bolsonaro negou nesta terça-feira que tenha defendido a implementação de uma ditadura no Brasil após ter dado uma declaração que gerou polêmica na noite

de segunda-feira. Na ocasião, também pela rede social, o filho do presidente Jair Bolsonaro ecreveu que "por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos... e se isso acontecer".

>> Leia mais:

Nesta terça-feira, Carlos afirmou que sua declaração por deturpada pelos jornalistas. Na sua mensagem na rede social, indicou que o que ele falou foi "Por vias democráticas as coisas não mudam rapidamente". "É um fato. Uma justificativa aos que cobram mudanças urgentes", argumentou. "O que jornalistas espalham: Carlos Bolsonaro defende ditadura", acrescentou o vereador, que ainda xingou os profissionais da imprensa.

A primeira postagem do filho do presidente foi alvo de críticas de políticos e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que viram nela uma ofensa ao sistema democrático brasileiro.


Em breve novidade aqui!!!

K2_LEAVE_YOUR_COMMENT

Usuário(s) Online

Temos 1084 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree