Câncer de próstata: saiba como prevenir e a importância do diagnóstico precoce

01 Novembro 2019

O check-up masculino é imprescindível para a prevenção de doenças e deve ser feito regularmente. No entanto, a cultura e o hábito de ir ao médico ainda é restrita entre

os homens. Essa falta de cuidado se reflete no alto número de incidência do câncer de próstata, que, atualmente, é o segundo tipo mais comum nos homens, atrás apenas do câncer de pele.

Leia também: Câncer de próstata não costuma apresentar sintomas na fase inicial

shutterstock
O câncer de próstata é, atualmente, o tipo mais comum de câncer nos homens, atrás apenas do câncer de pele

Os principais motivos pelos quais os homens têm dificuldade em procurar um urologista são o medo e o preconceito, além da questão cultural. Para evitar a doença, é fundamental que os homens façam exames regularmente e consultem um especialista pelo menos uma vez ao ano.

A incidência aumenta significativamente com a idade. Assim, cerca de 30% dos homens com 50 anos de idade desenvolvem a doença. Já para a população com mais de 80 anos, a proporção é ainda maior: 50% dos homens são diagnosticados com câncer de próstata.

Em sua fase inicial, a doença é assintomática. Desse modo, a única forma de diagnosticar o câncer é através dos exames de rotina. Quando diagnosticado precocemente, o câncer de próstata tem cerca de 90% de chance de cura.

Leia também: Tratamento de câncer de próstata que reduz sessões radioterapia chega ao Brasil

Já nos casos em que os sintomas começam a aparecer, significa que a doença já está em fase avançada e que não é mais possível a cura. Os sintomas mais comuns nesta fase são: dificuldade para urinar, sensação de esvaziamento vesical incompleto, dor para urinar, sangue na urina, sangue no esperma e dores ósseas. Por isso, é fundamental estar atento aos fatores de risco.

Os principais são:

  • Histórico familiar (parentes de primeiro grau, pai ou irmãos, com câncer de próstata aumentam de 2 a 10 X a chance de ter o câncer);
  • Idade acima de 50 anos;
  • Raça (maior incidência na raça negra);
  • Obesidade;
  • Dieta rica em gordura e carne vermelha

Como prevenir o câncer de próstata?

Para a prevenção do câncer de próstata é necessário manter hábitos de vida saudável. Sendo assim, questões como diminuição do stress, atividade física, diminuição da ingestão de gordura animal e combate a obesidade são primordiais. Além disso, os exames periódicos devem ser realizados em todos os homens a partir dos 45 anos de idade. Para aqueles que se encaixam no grupo de risco, a indicação é a partir dos 40 anos.

Essa avaliação constitui inicialmente de história clínica e toque retal. Também deve ser realizada a dosagem do PSA no exame de sangue (antígeno prostático sanguíneo). Sendo assim, quando alterados, prossegue-se com a investigação e o diagnóstico de certeza é dado após a realização de uma biópsia de próstata.

O toque retal é um exame simples e de rápida realização. O exame permite ao médico evidenciar se há alterações, como nódulos, assimetrias e superfície irregular, contribuindo para um diagnóstico precoce. Desse modo, cerca de 20% dos tumores de próstata são detectados por alterações encontradas no toque retal, independentemente do valor do PSA.

Leia também: Saiba qual alimento pode ajudar a prevenir o câncer de próstata

O PSA é uma proteína produzida pela próstata. Ele é dosado no exame de sangue e o seu aumento sugere alguma doença na próstata. Com o início da utilização do PSA, cerca de 91% dos casos de câncer de próstata passaram a ser diagnosticados em estágio inicial.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree